Últimas

Alto do Maracanã ganha novas cores

Cerca de 1800 famílias devem ser beneficiadas com as reformas. Foto: Malu Cavalcanti/Esp.DP
Cerca de 1800 famílias devem ser beneficiadas com as reformas. Foto: Malu Cavalcanti/Esp.DP

Os moradores do Alto do Maracanã, no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife, acompanharam na última sexta (15) a inauguração oficial da pintura e requalificação de 100 moradias, cinco áreas de convivência e 20 hortas colaborativas. As cores que decoram as casas foram escolhidas pelos moradores e cada horta é localizada em uma residência, mas conta com um sistema de troca entre vizinhos. Além dessas obras, a comunidade recebeu uma reforma nas escadarias, geomantas, que é um tratamento especial para as barreiras, e muros de arrimo que estão localizados no seu entorno. As obras foram realizadas através do programa Mais Vida nos Morros, da Prefeitura do Recife.

Para o prefeito Geraldo Julio, a entrega da obra deve trazer um grande benefício à comunidade do Alto do Maracanã. “A gente notava que o depósito de lixo era constante nessa comunidade. Teve uma iniciativa da própria comunidade, junto com a prefeitura e os empresários parceiros que doaram o material, que ajudou muito. O Alto do Maracanã mudou a sua face”, ressaltou.

De acordo com o secretário-executivo de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Tullio Ponzi, as ações serviram para aumentar a autoestima dos moradores e evitar que haja um acúmulo de lixo nas barreiras. “Nessa região, foram retiradas duas toneladas de lixo. Pouco tempo depois, quando equipes da Defesa Civil vieram para conferir, havia mais lixo. Com a implantação de praças, esperamos que os moradores sintam orgulho de morar aqui”, contou. Ainda de acordo com o secretário, cerca de 1.800 famílias devem ser beneficiadas com as reformas que tiveram início no Alto do Maracanã e devem atingir mais nove comunidades.

Toda a obra foi realizada através de um convênio com a iniciativa privada, de onde veio o montante para confecção das obras. O Armazém Coral, que ajudou com a ação, disponibilizou as tintas e o cimento para a reforma das casas, num total de R$ 60 mil, sendo R$ 600 por residência. A contrapartida da Prefeitura do Recife (PCR) foi com a disponibilização de engenheiros, técnicos para a execução do projeto e arquitetos.

Através de uma parceria com o Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa) e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), também estão sendo implantados, pelo programa Mais Vida nos Morros, quintais produtivos e hortas comunitárias, com o processo de compostagem dos resíduos orgânicos produzidos pela própria comunidade.
No projeto Mais Vida nos Morros estão envolvidas as secretarias de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Saúde, Mobilidade e Controle Urbano, Planejamento e Gestão. Além das secretarias, a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), a Empresa de Urbanização do Recife (URB) e a Defesa Civil também integram a lista de órgãos que participam da iniciativa. O intuito do projeto é dar à população das comunidades o sentimento de pertencimento, incentivando a parceria entre os próprios moradores, o que leva a uma maior colaboração e envolvimento nos problemas e melhoria da qualidade de vida.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *