Últimas

Argel abre mão do mistério e confirma Inter para jogo com São José-POA

Jogo decisivo é cercado de mistério na maioria dos casos. Mas no Internacional, desta vez, não. Na véspera da segunda partida da semifinal do Gauchão, contra o São José-POA, Argel Fucks surpreendeu e confirmou toda a escalação que pretende.

Paulo Cezar Magalhães, que sobrou até do banco de reservas na partida de ida, vai jogar. Fabinho, com isto, volta ao meio-campo e Anderson também retorna para função adiantada.

“Eu sei que vocês estão ansiosos pela escalação. Faz parte, é o trabalho de vocês. Então, o time que joga: Alisson, PC, Paulão, Ernando e Artur. Os dois volantes, Fabinho e Bob, mais Andrigo e Anderson. E na frente Sasha e Vitinho”, disse Argel, nesta sexta-feira (22), em entrevista coletiva antes do último treino do Inter.

Na quinta, o Internacional fez um treinamento com portões fechados no estádio do Passo D’Areia. A atividade foi assistida por funcionários do São José-POA, mas o fato foi minimizado pelo treinador do Colorado.

“Nós precisamos atacar o adversário, ter infiltrações pelo meio e jogar pelos lados. Isso é muito importante, o meio-campo sempre está congestionado. O São José faz um paredão no meio. Não vou informar aqui o que vamos fazer, ficaria muito fácil, mas temos nossas opções. Nossas armas para fazermos um bom jogo e consequentemente ir para a final”, comentou o treinador.

Como o primeiro jogo terminou empatado em 0 a 0, qualquer empate a partir de 1 a 1 classifica o Inter. Em caso de novo placar fechado, a decisão vai para os pênaltis.

Confira outras respostas de Argel Fucks

Sobre treino fechado. É para ter privacidade com o jogador. Quando cheguei, não tinha costume disso. Mas entendi que precisava ter privacidade. Eu apenas mudei e posso ter o direito de mudar uma opinião minha. Começou a ser rotina e não fizemos em alguns momentos por show no Beira-Rio ou algo assim. Mas é para cobrar de uma forma diferente, do jogador ter liberdade de dar sua opinião. E sobre o treinamento no estádio do São José… No futebol, é muito difícil ter gentileza. É muito difícil. Mas o Internacional sempre tratou o Zequinha com muito respeito. Essa semana eu liguei para o presidente do São José e ele gentilmente cedeu o estádio para a gente treinar. Assim como foi quando teve o título (Recopa Gaúcha) em disputa. O jogo se define no campo, não de outro jeito. Eu agradeço a eles pela gentileza de nos emprestar o local, o gramado, para treinar. O gramado lá é muito bom, dá para jogar tranquilamente. Não tivemos problemas de adaptação, não acredito que isso vá influenciar em alguma coisa.

INTER MAIS FORTE NA DEFESA COM PAULO CEZAR MAGALHÃES

Nós vamos para ganhar o jogo, vamos atacar o adversário. Precisamos pressionar o adversário. E jogamos assim várias vezes. Jogamos assim contra o São Paulo de Rio Grande, com o Paulo Cezar. Nosso time joga para frente, não vou abrir mão disso. Nosso time é ofensivo, é característica do time e dos jogadores. Testamos uma fórmula que já usamos antes. No jogo com o Brasil, contra o São Paulo. O Paulo Cezar é alto, forte e vigoroso. Ajuda na bola aérea, e ela tem sido decisiva em vários jogos e campeonatos. A gente precisa do resultado. Zero a zero vai para os pênaltis. Vamos jogar propondo o jogo, sendo ofensivo. Por mais que eu quisesse, defendo que a melhor defesa é o ataque. Nossa equipe é talhada para a parte ofensiva.

TREINAMENTO DE PÊNALTIS PARA CASO DE NOVO EMPATE

O que eu acho engraçado no futebol… A gente treina pênalti desde o primeiro dia que cheguei e muitos não conseguem enxergar. Nós jogamos a semifinal da Primeira Liga com o Fluminense e foi para os pênaltis. Todos treinam, todos estão capacitados. A responsabilidade do acerto é deles, do erro é minha. Aqui tem um comandante que coloca quem está melhor, quem treinou. Não tem essa de botar a bola embaixo do braço, por ter sofrido o pênalti ou algo assim. Treinamos pênaltis, como sempre estamos fazendo. Às vezes o atleta bate bem no treino e erra no jogo. Às vezes bate bem três e erra o quarto. Só vai perder pênalti quem bate. O importante é ter treinado, é ter a confiança do treinador.

PROJEÇÃO DE ESTRATÉGIA DO SÃO JOSÉ-POA

Eu acredito que o São José vai jogar para frente, precisa da vitória. O empate não é interessante para eles. O empate sem gols leva para os pênaltis e 1 a 1, 2 a 2 ou 3 a 3 nos classifica. Eles vão vir para frente também. O São José vai nos atacar bem mais que no primeiro jogo. Usamos aquela estratégia por estarmos em casa, contra um adversário que joga no contra-ataque. Mas ele vai ter que se expor mais. Vejo as duas equipes prontas para buscar o jogo, os dois lados precisam de gols. Isso é mais um motivo para sermos ofensivos. Nosso time, volto a dizer, é extremamente ofensivo e tomou poucos gols no campeonato pela forma de jogar. Quando joga em casa, você em determinados momentos não espera tanto.

O QUE FAZER PARA MARCAR GOLS APÓS EMPATAR EM CASA

Nós precisamos atacar o adversário, ter infiltrações pelo meio e jogar pelos lados. Isso é muito importante, o meio-campo sempre está congestionado. O São José faz um paredão no meio. Não vou informar aqui o que vamos fazer, ficaria muito fácil, mas temos nossas opções. Nossas armas para fazermos um bom jogo e consequentemente ir para a final.

ELEIÇÃO DE ALISSON COMO MELHOR GOLEIRO DO BRASIL

É algo fantástico. Mas se fosse a imprensa, não sei se o Alisson ganharia. Ainda bem que foi uma eleição entre os goleiros. Jogador sabe quem é bom, sabe quem tem qualidade. São pessoas capacitadas, que vivem o dia a dia. Se os próprios goleiros elegeram ele, é um assunto morto. Por isso é titular da seleção brasileira.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *