Últimas

Bancada do Ceará ajudará Dilma com 14 dos 22 votos, diz Cid Gomes

A bancada do Ceará deverá ajudar a presidente Dilma Rousseff na votação do impeachment com 14 de seus 22 votos, afirmou nesta sexta-feira,  o ex-ministro da Educação e ex-governador daquele Estado, Cid Gomes (PDT). O pedetista está em Brasília articulando votos a favor da petista.

Segundo Cid, votarão contra o impeachment os cearenses Domingos Neto (PSD), Ariosto Holanda (PDT), Leônidas Cristino (PDT), Vicente Arruda (PDT), Odorico Monteiro (PROS), Arnon Bezerra (PTB), Gorete Pereira (PR), José Airton (PT), Luizianne Lins (PT), José Guimarães (PT) e Chico Lopes (PCdoB).

Entre os 14 votos, há, inclusive, deputados do PP, partido que fechará questão a favor do impeachment e promete punir os dissidentes. São eles: Macêdo (PP) e Adail Carneiro (PP). Esses deputados estiveram reunidos com a presidente Dilma Rousseff na manhã desta sexta-feira, no Palácio do Planalto.

Na conta da bancada cearense, há ainda o deputado Aníbal Gomes (PMDB). Aliado do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ele faltará à votação de domingo, 17. Ele alega estar “doente”. Com isso, não ajudará a oposição a conquistar os 342 votos mínimos para aprovar o impeachment.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *