Candidatos presidenciais encerram campanha no Peru

Os candidatos presidenciais Keiko Fujimori, Verónika Mendoza e Pedro Kuczynski, favoritos nas intenções de voto entre os 23 milhões de eleitores peruanos, encerram nesta quinta-feira suas campanhas, antes do primeiro turno eleitoral no domingo.

A primeira nas pesquisas é Keiko Fujimori, de centro-direita, ainda que ela não tenha vantagem suficiente para vencer no primeiro turno. O partido dela, Fuerza Popular, anunciou que a candidata se dirigirá a militantes nas proximidades do estádio Monumental de Lima, o maior do país.

A esquerdista Verónika Mendoza, que aparece em empate técnico no segundo lugar na disputa, escolheu uma praça popular do centro da capital, a preferida dos sindicatos, para mostrar sua proposta nacional que tem como meta “um país limpo de corrupção”.

Kuczynski, por sua vez, decidiu encerrar a campanha na cidade andina de Cuzco, no sul do país. O ex-ministro da Economia disse na véspera aos eleitores que não votem “nos extremos”, em referência a Keiko e Mendoza.

Outros sete candidatos também encerram suas campanhas, mas com quase nenhuma possibilidade de chegar ao segundo turno. A lei eleitoral peruana estabelece esta quinta-feira como o último dia para a realização de atividades de campanha.

Caso nenhum dos candidatos obtenha mais de 50% dos votos neste domingo, como sugerem as pesquisas, haverá um segundo turno entre os dois mais votados em 5 de junho. O vencedor sucederá o presidente Ollanta Humala a partir de 28 de julho.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *