Últimas

Cão mais velho do mundo morre aos 30 anos, na Austrália

Maggie foi enterrada em um túmulo marcado sob um pinheiro, na fazenda onde viveu Foto: The Guardian/Reprodução (Maggie foi enterrada em um túmulo marcado sob um pinheiro, na fazenda onde viveu Foto: The Guardian/Reprodução)
Maggie foi enterrada em um túmulo marcado sob um pinheiro, na fazenda onde viveu Foto: The Guardian/Reprodução

Uma Kelpie Australiana, considerado o cão mais velho do mundo, faleceu esta semana, numa fazenda na Austrália. Maggie, como se chamava a cadelinha que foi adotada ainda filhote, tinha cerca de 30 anos.

Maggie recebeu atenção da mídia em novembro do ano passado, depois que seu dono, o fazendeiro Brian McLaren, afirmou que a Kelpie seria o cão mais velho do mundo. Os donos, no entando, não possuíam nenhuma documento de propriedade ou provas da idade de Maggie. Assim, o Livro dos Recordes reconheceu Bluey, um cão australiano que morrem em 1939 com 29 anos.

Maggie foi enterrada em um túmulo marcado sob um pinheiro, na fazenda onde viveu.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *