Cardozo afirma que AGU pode defender Temer em processo de impeachment

O vice-presidente Michel Temer “poderá ser defendido pela AGU (Advocacia-Geral da União) em uma eventual comissão de impeachment se o for caso”, afirmou o ministro titular do órgão, José Eduardo Cardozo, em entrevista coletiva na noite desta quarta-feira (6).

Cardoso afirmou ainda que a AGU “também se colocou à disposição do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), nos processos em que é réu’. Cunha começou a tomar medidas para cumprir a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), para instaurar uma comissão de impeachment contra Temer. Ele enviou ofícios aos líderes partidários nesta quarta pedindo que eles indiquem os deputados que vão integrar a comissão.

Por sua vez, o vice-presidente afirmou que não cometeu “pedaladas fiscais” ao assinar decretos orçamentários que servem de base para um pedido de impeachment feito contra ele e que se sentiu “agredido” com a decisão do ministro Marco Aurélio Mello sobre o possível processo.

“Digo isso porque isso me agride profissional e moralmente. Quando sai uma notícia dessa natureza, a tendência é que digam ‘Poxa, mas o Temer… errou tudo, que coisa feia’. Fica mal para mim”, afirmou.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *