CBF vai a Barcelona e abre disputa por jovens brasileiros com a Espanha

A CBF tenta evitar que promessas brasileiras joguem pela seleção espanhola futuramente.

O UOL Esporte apurou que Rogério Micale, treinador da seleção brasileira Sub-20, Erasmo Damiani, coordenador das categorias de base, e Paulo Xavier, coordenador de captação da entidade, chegam nesta quinta-feira em Barcelona para tratar de dois jogadores de destaque no clube. São os meias Werick, de 16 anos, e Lucas de Vega, de 15 anos. Eles já são cobiçados pela Espanha.

O objetivo da CBF é claro: evitar a repetição dos casos Diego Costa e Thiago Alcântara, que mesmo tendo nascido no Brasil optaram por defender a seleção da Espanha. O irmão de Thiago, Rafinha Alcântara, fez escolha oposta, pela camisa brasileira. 

As novas promessas têm histórias parecidas. São nascidos no Brasil, mas moram em Barcelona há muito tempo, sendo crias do Barça desde a infância. O bom momento faz de Lucas, por exemplo, o camisa 10 da seleção Sub-16 da Espanha. Já Werick mora em La Masía, a renomada fábrica de talentos do clube, e aguarda pela emissão da nacionalidade espanhola para seguir o mesmo caminho.

Certo distanciamento com a CBF deixou os jovens mais próximos da seleção espanhola, mas jogar pelo Brasil ainda é possível. A Fifa diz que um jogador só pode defender um país em jogos oficiais pela seleção principal. Não são considerados neste caso nem amistosos nem jogos pelas categorias de base (times olímpicos, Sub-20 ou Sub-17).

O nome de Lucas Vega é comentado pela CBF desde 2014, quando o então coordenador Alexandre Gallo deu início a um trabalho de prospecção de promessas brasileiras espalhadas pela Europa. Desse primeiro estágio surgiram nomes cotados para a Olimpíada, como o meia Andreas Pereira, do Manchester United. Já nessa época, Lucas era monitorado à distância.

Quem são eles?

Werick Maciel de Oliveira é natural de Gurupi, município do Tocantins com cerca de 80 mil habitantes, e vive na Catalunha há quase dez anos. A chegada ao Barça ocorreu em setembro de 2014 após se destacar em outras equipes da Catalunha. Atualmente é titular da equipe Sub-17 do Barça e já tem contrato profissional, com validade até junho de 2018.

Lucas de Vega é nascido em Fortaleza e atua na categoria de base do Barca há quase cinco anos. O bom momento o faz titular do time Sub-16 e abre o caminho ao profissional, também passando pelo estágio de moradia em La Masía, assegurado por dirigentes do clube.

A CBF confirma que Erasmo Damiani, Rogerio Micale e Paulo Xavier estão na Europa a trabalho, mas os detalhes da viagem serão divulgados apenas no retorno ao Brasil.

Na viagem da comitiva ainda estão previstas escalas em outras cidades europeias para captação de mais jovens brasileiros em destaque.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *