CE destinará 83 milhões de euros para melhorar condições de refugiados

Atenas, 19 abr (EFE).- O comissário europeu de Ajuda Humanitária e Gestão de Crise, Christos Stylianides, assinou nesta terça-feira o desbloqueio por parte da Comissão Europeia (CE) de 83 milhões de euros do Instrumento de Ajuda de Emergência para “melhorar as condições dos refugiados na Grécia”.

O valor não irá ao governo grego, mas estará “imediatamente disponível” para o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), a Cruz Vermelha e seis ONGs internacionais, entre elas Save the Children e Oxfam. De acordo com o comunicou da CE, estas organizações selecionadas trabalharão com ONGs gregas, que têm “o conhecimento necessário” do local.

“Com os primeiros projetos em andamento no terreno, damos um exemplo concreto do modo como a União Europeia (UE) aborda os desafios enfrentados pela Europa”, declarou Stylianides na entrevista coletiva realizada hoje em Atenas.

O comissário europeu se reuniu também com o ministro de Migração grego, Yiannis Mouzalas, e visitou o campo de refugiados de Eleonas, no oeste de Atenas, ao lado do próprio ministro e do prefeito de Atenas, Yiorgos Kaminis.

Desde 2015, a Grécia recebeu 181 milhões euros em financiamento de emergência do Fundo de Asilo, Migração e Integração e do Fundo de Segurança Interior para auxiliar na crise dos refugiados, e receberá no futuro 509 milhões de euros a mais no marco do chamado Programa Nacional da Grécia (2014-2020) da CE.

Por outro lado, apesar do acordo vigente entre a UE e a Turquia para a devolução de refugiados as chegadas às costas gregas não param, e nas últimas 24 horas foram registradas 150 nas ilhas do Mar Egeu. O número oficial de refugiados e migrantes na Grécia já supera os 54 mil.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *