Últimas

Coreia do Norte diz que lançou míssil com sucesso

Disparo de projétil a partir de um submarino faz parte de uma série de demonstrações de poderio militar de Pyongyang. Líder Kim Jong-un diz que arma tem capacidade para atacar Washington e Seul a qualquer momento.

A Coreia do Norte confirmou neste domingo (24/04) ter realizado no dia anterior um teste com um míssil lançado a partir de um submarino, o qual disse ter sido “um grande sucesso” e que fornece “mais um meio para um poderoso ataque nuclear”.

O Ministério da Defesa da Coreia do Sul havia dito neste sábado que Pyongyang lançara um míssil balístico no mar do Japão, mas que, aparentemente, o teste havia falhado, pois o projétil só teria percorrido uma distância de 30 quilômetros.

No entanto, a agência de notícias oficial norte-coreana KCNA escreveu neste domingo que o teste confirmou “a confiabilidade do sistema norte-coreano de lançamento submarino”. O líder do país, Kim Jong-un, que comandou o teste, disse que o míssil tem capacidade para atingir Seul e Washington a qualquer momento, segundo a agência.

Série de demonstrações de poder

O lançamento é o último de uma série de demonstrações do poderio militar de Pyongyang, iniciada em janeiro deste ano, com seu quarto teste nuclear, e que incluiu o lançamento de um foguete de longo alcance no mês seguinte.

Os testes elevaram as tensões na Península da Coreia, irritaram a aliada China e provocaram novas sanções da ONU. O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, John Kirby, afirmou que lançamento de mísseis balísticos são “uma clara violação de múltiplas resoluções do Conselho de Segurança da ONU”.

Analistas afirmam que as ações de Pyongyang poderiam fazer parte de uma estratégia de Kim para reforçar sua posição num raro congresso do partido governista – o primeiro em 36 anos -, agendado para maio. Observadores preveem que o governo norte-coreano faça seu quinto ensaio nuclear antes da abertura do evento.

Neste domingo, o Ministério da Defesa sul-coreano afirmou que Pyongyang instalou 300 novos lançadores múltiplos de foguetes ao longo da fronteira, a norte da zona desmilitarizada que separa os dois países. Uma fonte sul-coreana disse que Seul adotou medidas para enfrentar o arsenal bélico norte-coreano, capaz de disparar nove mil foguetes em direção ao sul ao mesmo tempo.

LPF/lusa/rtr

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *