Últimas

Deborah Bloch defende a legalização do aborto: ‘A maioria das mulheres morre fazendo isso’

Deborah Bloch não esconde suas opiniões, mesmo as mais polêmicas. Mãe de Júlia e Hugo, a atriz se posicionou a favor da legalização do aborto, defendendo que este é um direito da mulher e que muitas, sem recurso, morrem após serem submetidas a cirurgias de risco.

“Acredito mesmo que o aborto deve ser legalizado. Não por mim, por que eu faço parte de um grupo de mulheres que se precisar recorrer a isso, vai ter recurso para fazer com segurança. Mas a maioria das mulheres morre fazendo aborto”, explica ela em entrevista à Revista 29 Horas, publicação oficial do Aeroporto de Congonhas (SP). “A ONU colocou o aborto como direito humano. Eu não sou a favor, não faço apologia a isso. Nenhuma mulher quer abortar, quando toma essa atitude é por falta de escolha. Sou a favor do direito ao aborto, de fazê-lo de forma segura, caso a mulher precise dele. E só tem um jeito disso acontecer: legalizar”.

Deborah Bloch também defende a legalização das drogas

Deborah Bloch também defende a legalização das drogas Foto: Divulgação

A atriz falou também sobre legalização das drogas, argumentando que, na situação atual, a população vive sob a violência do tráfico: “A fase da Lei Seca nos Estados Unidos, em que o álcool era proibido, levou aos gângsteres, à violência e à contravenção. O mesmo acontece no Rio com as drogas: os traficantes precisam estar armados para poderem fazer os negócios deles. Na hora em que eles precisarem dar nota fiscal e pagar imposto, não precisam de arma”, defende.

Fonte: Jornal Extra (http://extra.globo.com)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *