Últimas

Dez Mandamentos volta com efeitos especiais e sacrifício de bebê

Quatro meses após o fim da primeira temporada, a novela “Dez Mandamentos” estreou seu segundo ano na noite desta segunda-feira (4), retomando a saga dos hebreus pelo deserto egípcio em busca da Terra Prometida.

Uma das sequências de abertura mostrou Moisés (Guilherme Winter) recebendo novamente as tábuas de Deus. Na primeira temporada, ele as tinha recebido, mas quebrou-as após ver que os hebreus haviam se corrompido.

Os efeitos especiais foram a grande novidade do episódio. Desta vez, eles foram realizados pela produtora Casablanca e não pela Stargate, empresa americana responsável pela abertura do Mar Vermelho.

Sem o núcleo egípcio que tinha na figura do faraó Ramsés (Sérgio Marone) o grande antagonista de Moisés, a novela introduziu o reino de Moabe e seu povo. Enquanto Moisés jurou destruir todos que se colocarem no caminho dos hebreus, o rei dos moabitas, Balaque, agiu, matando Menahem (Jorge Pontual), aliado de Moisés, depois de mostrar intenção de se casar com a midianita Adira (Raynne Morais).

O capítulo também mostrou uma das práticas dos moabitas: o sacrifício de bebês na fogueira. Um flashback mostrou que Betânia (Marcela Barrozo) fora obrigada a oferecer seu bebê para as divindades pelo feiticeiro Balaão (Leonardo Vieira). No fim do episódio, no entanto, ele revelou que a filha da midianita está viva.  

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *