Últimas

Documentário "Fogo no Mar" mostra a vida de imigrantes em Lampedusa

O documentário italiano “Fogo no Mar” (“Fuocoammare”, no título original), vencedor do Festival de Cinema de Berlim neste ano, chegará aos cinemas brasileiros no próximo dia 28.

O filme de Gianfranco Rosi foi gravado em Lampedusa, uma das portas de entrada de imigrantes ilegais na Europa e palco de tragédias e naufrágios.

A ideia do documentário é mostrar os “destinos” daqueles que nasceram e foram criados na ilha e daqueles que chegam em busca de uma nova vida na Europa.

A obra foi filmada em meio à maior crise imigratória das últimas décadas no continente e retrata o tema sob o ponto de vista dos habitantes de Lampedusa.

Dona de praias paradisíacas, a ilha de Lampedusa é um famoso destino de verão, porém, por estar mais perto da África do que da Itália continental, é também uma das principais portas de entrada para solicitantes de refúgio na União Europeia (UE).

Frequentemente, embarcações clandestinas repletas de pessoas naufragam em suas águas e causam grandes tragédias, como a de 3 de outubro de 2013, que fez 368 vítimas.

Rosi, que em 2013 levou o Leão de Ouro de Veneza pelo filme “Sacro GRA”, dedicou o prêmio Urso de Ouro aos habitantes de Lampedusa, que “estão sempre abertos a receber quem chega lá”. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *