Últimas

"Ele era uma pessoa fantástica", diz músico brasileiro que tocou com Prince

O tecladista Renato Neto morava nos Estados Unidos há algum tempo quando foi apresentado ao cantor Prince, em 2001, pela amiga e baixista Rhonda Smith. O artista norte-americano foi encontrado morto nesta quinta-feira (21), aos 57 anos.

“Ele era uma pessoa fantástica, muito recatada e com uma personalidade forte”, contou Renato ao UOL. O músico já tinha trabalhado com grandes nomes da música, como Rod Stewart e Stevie Wonder.

Na década de 2000, Prince decidiu sair um pouco do pop que o consagrou em épocas anteriores e arriscou em alguns álbuns de jazz e ao vivo.

“‘Rainbow Children’, por exemplo, é um álbum menos midiático, que conta uma história. O Prince quis apostar no som, em algumas músicas ele nem chega a cantar”, lembrou Renato.

O tecladista acabou ficando na banda The New Power Generation por 11 anos, fazendo turnês e trocando experiências musicais com o artista.

A última vez em que Renato conversou com o cantor foi em dezembro do ano passado. “Ele estava bem, tranquilo. Infelizmente, é uma perda enorme. Ele tinha um lado mais isolado, mas todo gênio é complicado. E quem perde é a música, como sempre”, conclui.

A trajetória de Prince, em sete videoclipes

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *