Empresa quer 'sequestrar' a internet de quem baixa conteúdo pirata

Uma empresa americana que ganha dinheiro gerenciando direitos autorais teve a ideia inusitada de bloquear o navegador de quem baixar conteúdo pirateado pela internet e só liberar o acesso mediante pagamento.

A proposta partiu da Rightscorp, que o TorrentFreak classifica como “copyright troll”, e consiste em costurar acordos com provedoras de internet para que elas ajudem a tornar o combate à pirataria mais agressivo.

Geralmente essas empresas enviam notificações por e-mail que acabam sendo ignoradas, então o que a Rightscorp quer é que, após um determinado número de avisos, os provedores “tranquem” a internet da pessoa e exijam que ela pague multa para voltar à navegação.

A ideia do bloqueio, em si, não é nova, mas o TorrentFreak ressalta que é a primeira vez que uma empresa tenta forçar um pagamento de resgate.

Foi a saída que a companhia encontrou para tentar voltar a ganhar dinheiro. O último balanço financeiro da Roghtscorp revelou que suas perdas líquidas bateram recorde em 2015, chegando ao valor negativo de US$ 3,43 bilhões.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *