Últimas

Estação Complexo de Salgadinho deve começar a funcionar em maio

Complexo de Salgadinho deve ser aberta em maio, segundo promessa da secretaria de Cidades. Foto: Ricardo Fernandes/DP
Complexo de Salgadinho deve ser aberta em maio, segundo promessa da secretaria de Cidades. Foto: Ricardo Fernandes/DP

A estação Complexo de Salgadinho, que integra o corredor Norte/Sul, deve começar a funcionar no próximo mês. Caso seja aberta em maio, conforme prometido pela Secretaria das Cidades, a inauguração acontecerá um ano e 10 meses depois do primeiro dia de operação do transporte rápido por ônibus (BRT) no corredor. O consórcio construtor Emsa/Aterpa está executando as obras da estação, do Terminal Integrado (TI) Abreu e Lima e de duas passarelas.

Atualmente, 24 estações estão funcionando (do total de 26 estações previstas). Faltam as estações do Complexo de Salgadinho, em Olinda, e São Francisco de Assis, em Paulista. Também precisam ser concluídas as passarelas da Estação São Francisco, em Paulista, e Peixe Agulha, na rodovia PE-15.

Ivanilda Percila prevê se poupar de caminhada de 20 minutos. Foto: Peu Ricardo/Esp.DP
Ivanilda Percila prevê se poupar de caminhada de 20 minutos. Foto: Peu Ricardo/Esp.DP

“As obras ainda não iniciadas (estação São Francisco) dependem de interferências e pendência de projetos, tais como licenças ambientais da CPRH (Agência Estadual de Meio Ambiente), revisão de projetos e realocação de redes de alta tensão pela Celpe”, informou a Secretaria das Cidades. Ainda não há previsão de início das obras. O órgão, no entanto, estima que a conclusão deve acontecer no segundo semestre de 2017.

A recepcionista Ivanilda Percila, 48, estima que os moradores dos arredores do Complexo de Salgadinho deixarão de precisar caminhar por aproximadamente 20 minutos para chegar até uma estação do BRT. “Hoje, as opções são antes do viaduto (da Pan Nordestina) ou a estação do Shopping Tacaruna. A abertura de uma aqui vai melhorar a mobilidade de muita gente”, afirmou.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *