Últimas

EUA confirmam libertação de americano retido na Síria desde 2012

Washington, 8 abr (EFE).- O governo dos Estados Unidos confirmou nesta sexta-feira a libertação de um cidadão americano retido na Síria desde 2012, mas não divulgou sua identidade, embora a imprensa local afirme que se trata do fotógrafo Kevin Patrick Dawes.

“Podemos confirmar e damos as boas-vindas à notícia de que um cidadão americano foi libertado pelas autoridades sírias”, afirmou o porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby, em comunicado remitido à Efe, sem divulgar o nome por motivos de “privacidade”.

Segundo o jornal “The Washington Post”, que citou fontes oficiais, o libertado é Kevin Patrick Dawes, um fotógrafo de 33 anos de San Diego que foi sequestrado quando viajava pela Síria em 2012.

Kirby acrescentou que “os EUA seguem trabalhando através de todos meios possíveis para garantir a libertação segura de cidadãos americanos dados por desaparecidos ou sequestrados na Síria”,

O porta-voz citou como exemplo o jornalista Austin Tice, cujo rastro se perdeu no país árabe há quatro anos, após o início do conflito na Síria.

O governo americano colabora com funcionários da República Tcheca, que representa os interesses de Washington na Síria após o fechamento da Embaixada dos EUA em Damasco em 2012, para obter informação sobre “o paradeiro e o bem-estar” de Tice.

Embora o governo sírio nunca tenha reconhecido a detenção de Tice, os Estados Unidos acreditam que o jornalista está retido pelo governo ou por um grupo filiado, segundo o “The Washington Post”.

“O sofrimento íntimo e doloroso (de Dawes) finalmente terminou. Estamos felizes por Kevin e sua família”, afirmou a família Tice em comunicado.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *