Últimas

EUA oferecem assistência ao Japão após terremotos no país

Washington, 15 abr (EFE).- O Departamento de Estado dos Estados Unidos informou nesta sexta-feira que ofereceu assistência às autoridades do Japão depois dos dois fortes terremotos ocorridos ontem e hoje no sul do país e que foram os mais fortes desde o violento tremor que gerou o tsunami de 2011.

“Estamos preparados para proporcionar qualquer assistência que o governo japonês possa precisar”, disse o porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby, em sua entrevista coletiva diária.

O porta-voz declarou que, por enquanto, os EUA não receberam nenhum pedido formal de ajuda por parte das autoridades japonesas, mas que o governo americano está “em contato” com elas e “seguindo de perto” a situação.

“Nossos pensamentos e orações estão com todos os afetados pelos dois terremotos”, acrescentou Kirby.

Um terremoto de magnitude 7 na escala Richter fez a terra tremer hoje no sul do Japão à 1h25 de sábado (hora local, 13h25 de sexta-feira em Brasília), segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS na sigla em inglês).

O epicentro ocorreu a um quilômetro de Kumamoto, uma cidade de mais de 700 mil habitantes situada no litoral oeste da ilha de Kyushu.

A Agência Meteorológica do Japão alertou sobre um possível tsunami com ondas de um metro após o terremoto, mas aproximadamente uma hora depois cancelou essa advertência.

O abalo aconteceu um dia depois de outro terremoto, de magnitude 6,5, afetar o sudoeste do país e deixar pelo menos nove mortos e 1.126 feridos.

A usina nuclear de Sendai, que é a única atualmente em funcionamento no Japão, fica a cerca de 120 quilômetros de onde aconteceu o tremor da madrugada deste sábado (no horário de Tóquio). EFE

llb/id

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *