Últimas

Eventos celebram vida e obra de Shakespeare

Com máscaras de Shakespeare, público acompanha desfile. Leon Leal/AFP
Com máscaras de Shakespeare, público acompanha desfile. Leon Leal/AFP

A cidade natal de William Shakespeare, Stratford-upon-Avon, é o principal cenário neste sábado das homenagens para recordar o 400º aniversário da morte do dramaturgo inglês.

O presidente americano Barack Obama, que está na capital inglesa, se uniu aos atos com uma visita ao teatro Globe de Londres, uma réplica do local em que as peças de Shakespeare foram encenadas quando o bardo estava vivo.

Uma apresentação foi especialmente preparada para Obama.

“Deixem-me apertar a mão de todos. Foi maravilhoso, não queria que acabasse”, declarou Obama após a apresentação no teatro circular a céu aberto, às margens do rio Tâmisa, reconstruído em 1996 de maneira similar ao que foi incendiado em 1613 e no qual foram encenadas as obras de Shakespeare durante sua vida.

O primeiro-ministro britânico David Cameron também falou sobre a data, ao descrever Shakespeare como o “maior escritor da história”.

“O gênio de Shakespeare cativou e mudou o mundo”, afirmou, em uma mensagem divulgada por ocasião do dia de São Jorge, padroeiro da Inglaterra.

Ciúme (Otelo), dúvidas (Hamlet) ou a ambição (Macbeth) têm nomes próprios na obra de Shakespeare, que morreu em 23 de abril de 1616 aos 52 anos. No mesmo dia que o espanhol Miguel de Cervantes, autor do clássico Dom Quixote.

“Shakespeare foi capaz de escrever sobre cada um de nós”, disse à AFP Ian McKellen, conhecido pelo grande público como o Gandalf dos filmes da saga “O Senhor dos Anéis” e um dos grandes intérpretes da obra do bardo.

“Suas obras estão escritas em verso e o ritmo de seus versos é como o do coração humano. É, de algum modo, o ritmo da linguagem de cada dia”, completou o ator.

Grandes nomes dos palcos britânicos, de Judi Dench a Helen Mirren, passando por Benedict Cumberbatch e o próprio McKellen, representarão as cenas mais famosas de suas obras no Royal Shakespeare Theatre de Stratford-upon-Avon.

Ao contrário do que acontece com muitas datas similares, os eventos deste sábado não serão usados para recuperar a imagem de Shakespeare ou torná-lo mais popular: o autor é muito celebrado todos os anos e representar suas obras é uma parte essencial para ser alguém no teatro britânico.

“Em minha família era conhecido como o homem que pagava o aluguel porque Michael (Williams) e eu fizemos apenas Shakespeare durante os primeiros cinco anos de minha carreira e é minha paixão”, disse Judi Dench ao canal Sky News sobre seu marido e ela.

O príncipe Charles, herdeiro do trono britânico, comparecerá ao evento que recebeu o nome de “Shakespeare Live!” em Stratford, que será exibido na TV no Reino Unido e em todo o mundo pela BBC, assim como em cinemas da Europa.

Londres também entra nos festejos com o teatro Globe, que receberá as duas últimas apresentações de “Hamlet” de uma turnês que levou a companhia do teatro a viajar por 195 países nos últimos dois anos – Síria e Coreia do Norte, no entanto, não permitiram a encenação de uma obra sobre o sobrinho de um rei tirano e usurpador.

Ao longo do rio Tâmisa foram instalados telões gigantes que exibirão 37 curtas-metragens, um para cada obra de Shakespeare, protagonizados por atores como Dominic West e Gemma Arterton.

Dominic Dromgoole, diretor artístico do teatro Globe, afirmou à AFP que a força de Shakespeare se deve “a histórias excelentes que recriam as experiências humanas em todas suas formas”.

“Suas obras fazem com que você sinta e entenda mais”, explica.

Stratford, onde Shakespeare nasceu e morreu, começou o dia com um desfile de atores por suas ruas que terminou no local onde o bardo está enterrado. A cidade programou peças de teatro, bailes, fogos de artifício e música, além de surpresas não reveladas.

Outros locais celebrados são a casa onde supostamente nasceu em 1564 e a igreja da Santa Trindade, onde está enterrado. A escola onde historiadores acreditam que Shakespeare estudou foi restaurada e ficará aberta ao público de maneira permanente a partir deste sábado.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *