Últimas

Ex-BBB Adriana se isolou com o marido e o filho para fazer "lua de leite"

Quando engravidou, a ex-BBB Adriana Sant’Anna resolveu não ler nada sobre gestação para não ficar bitolada sobre o tema. Só que conforme o parto ia se aproximando, ela mudou de ideia e passou a buscar informações sobre visitas a recém-nascidos. Impressionada com relatos sobre o “assédio” que a nova família enfrenta logo após o nascimento, ela resolveu aderir à “lua de leite” –tempo a sós que a mãe, o pai e o bebê necessitam para se conhecerem e se adaptarem à nova vida. A modelo deu à luz Rodrigo, o primeiro filho, em 13 de fevereiro.

“Li que muita gente fazia isso. Preferia ficar só com o pai do filho e o bebê para todos se conhecerem. Achei interessante. Minha mãe e minha sogra estavam dando muitos palpites e, como eu estava muito sensível, ficava irritada com isso, o que me deu certeza de que a coisa certa a fazer era ficar eu, o Rodrigão e o Rodrigo”, afirmou durante o lançamento do site “DécimoMês.com.br”, nesta quinta-feira (28), em São Paulo. A iniciativa da marca Bepantol Baby tem como objetivo mostrar a importância de prestar atenção à mãe no puerpério.

A modelo considera que há pontos negativos no isolamento, como a solidão e o cansaço por não ter mais pessoas com quem dividir os cuidados com o bebê. No entanto, ela avalia que a “lua de leite”, que durou um mês, foi primordial para fortalecer a relação do casal. “O período foi muito cansativo, claro que teria sido muito mais fácil ter mais alguém com a gente, mas, talvez, se minha mãe tivesse ficado conosco, hoje, o Rodrigão não saberia fazer as coisas. Hoje, vim para São Paulo (ela mora no Rio de Janeiro) tranquila, pois sei que ele está com nosso filho e confio que ele sabe como cuidar dele direitinho”, conta.

Durante o puerpério, a obstetra da ex-BBB tinha recomendado que ela dedicasse, pelo menos, uma hora do dia para espairecer. “Mas não conseguia fazer isso de jeito nenhum. Como não estava maquiada nem de unhas feitas, a única ‘vaidade’ que fazia questão de manter era o meu cabelo lavado. De resto, era mão por fazer e pijama”, fala.

Como está amamentando, Adriana sentiu que sua libido está bem reduzida e ela acredita que o marido a compreenda e respeite esse período justamente por eles terem passado por essa fase dos primeiros cuidados com o filho juntos. “Ele não me cobra de forma alguma, mas eu me sinto péssima. A obstetra já liberou e estou trabalhando o meu psicológico para ter um momento só eu e ele, passar uma noite juntos, pois sei que isso me fará bem também. Mas confesso que é meio estranho pensar nisso com o peito vazando tanto leite que nem o absorvente dá conta”, diz.

Mesmo tendo seu trabalho ligado intimamente à sua imagem, a modelo não saiu correndo da sala de parto para a malhação. “Voltei para a academia anteontem, dois meses depois do parto, e já senti que está influenciando meu leite e acho que vou parar, mesmo só fazendo 40 minutos de atividade. Minha prioridade é o meu leite, esse tempo não vai voltar e não quero perder isso por causa de preocupações com corpo”, afirma.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *