Últimas

Falha no Waze permite que hackers monitorem usuários

  • Divulgação

Uma vulnerabilidade no Waze –aplicativo de navegação de propriedade do Google– possibilita que hackers sigam cada movimento dos milhões de usuários que usam o app para monitorar os engarrafamentos em tempo real e encontrar a melhor rota para seu destino.

Para demonstrar a falha, que foi descoberta no segundo semestre de 2015, pesquisadores da Universidade da Califórnia (EUA) rastrearam um repórter americano por três dias. A perseguição foi viabilizada a partir da criação de “motoristas fantasmas”.

Os perfis falsos podem ser usados para criar engarrafamentos falsos ou até monitorar os motoristas que estejam na mesma área, já que o app mostra a localização de todos os usuários a partir dos nomes de login.

O Waze informou que “melhora constantemente os seus mecanismos e ferramentas para prevenir o abuso e uso indevido”, mas não adiantou se vai ou não liberar uma atualização que corrija a falha.

Como se proteger? 

Para se proteger de possíveis rastreamentos, opte pelo “modo invisível”. A opção possibilita que você use o aplicativo, mas apareça offline para seus amigos. Ou seja, não poderá enviar relatórios, incluir e editar seus locais, ou enviar mensagens. Mas, em contrapartida, poderia impedir um hacker de seguí-lo.

Entre no menu principal (botão esquerdo na parte inferior), clique em cima do nome do seu perfil e ative a opção “ficar invisível”. O modo é desativado sempre que você sair do aplicativo. Portanto, você precisará repetir o processo toda vez que entrar no app. (*Com informações do site Fusion)

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *