Últimas

Fama de carrasco inspira Guilherme para driblar cobranças no Corinthians

A partida contra o Independiente Santa Fe, às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, tem ingrediente especial para Guilherme. Sob pressão pelo desempenho irregular nos primeiros meses de Corinthians, ele tem no currículo contra a equipe colombiana uma inspiração para ser levada a campo no Estádio El Campín. 

São três edições consecutivas de Copa Libertadores em que Guilherme anota contra o Santa Fe. Em 2013 e 2014, marcou pelo Atlético-MG. Já neste ano, foi dele o gol que deu a vitória para o Corinthians no confronto das duas equipes no dia 2 de março. Entretanto, nem mesmo o lance crucial fez Guilherme deslanchar no Corinthians. 

Nas últimas partidas, o jogador mostrou dificuldade em se adaptar à função que era ocupada por Renato Augusto. Diante do Palmeiras, domingo passado, o treinador Tite chegou a alterar o desenho tático para o 4-2-3-1, o que deixou Guilherme mais perto do gol adversário. A marcação do volante palmeirense Gabriel foi exemplar, e o meia-atacante acabou substituído por Romero no início do segundo tempo. 

A contratação de Guilherme, que custou mais de R$ 5 milhões, era estudada pelo Corinthians já há algumas temporadas. A capacidade técnica do jogador e a facilidade em definir lances próximos da área adversária são suas maiores virtudes. Por outro lado, havia preocupação pelo pouco trabalho defensivo dele, o que por enquanto se confirma, e também pelos problemas físicos.

Guilherme não sofreu nenhuma lesão até aqui, mas é quem menos jogou entre os principais reforços da temporada. São 11 jogos contra 14 de Giovanni Augusto e 13 de André. Curiosamente, ele se mantém como titular, também, justamente por contusões dos concorrentes por um lugar na equipe. Antes, Elias. Agora, Rodriguinho, que só deve atuar novamente nas quartas de final do Paulista, no dia 17 de abril, contra o Red Bull. 

Até aqui, Tite trata a oscilação de Guilherme com tranquilidade e lembra que faz parte do processo de adaptação ao elenco corintiano. Mas, com todos à disposição, o banco de reservas pode ser realidade para o meia-atacante que tem dois gols e uma assistência no novo clube. Antes disso, há uma inspiração: reencontrar o Santa Fe em Bogotá. 

Na Colômbia, o Corinthians irá atuar com: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Giovanni Augusto, Elias, Guilherme e Lucca; André. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *