FBI teria pagado a hackers para desbloquear iPhone de terroristas

Quando o FBI afirmou ter conseguido hackear o iPhone que colocou investigadores e Apple em pé de guerra, a agência não informou como conseguiu o feito, e nem quem os ajudou. Agora, uma reportagem do Washington Post diz ter obtido a resposta.

De acordo com o jornal, hackers profissionais descobriram uma falha até então desconhecida no iOS que permitiria contornar a segurança do sistema sem que as informações do iPhone fossem apagadas. O FBI, então, teria pagado uma quantia padrão pelo serviço e conseguiu penetrar no aparelho.

Há basicamente três categorias de hackers no mercado, os “white hats”, que contatam as empresas assim que descobrem vulnerabilidades, os “black hats”, que usam essas vulnerabilidades para atividades ilícitas, e os “grey hats”, que estão no meio-termo.

Embora não usem as falhas como os “black hats”, essas pessoas guardam suas descobertas para ocasiões como a da briga entre Apple e FBI para poder lucrar com a venda de segredos para agências governamentais.

A falha encontrada por eles tinha potencial de uso limitado, uma vez que ela só funciona em iPhones 5c que rodem iOS 9. O FBI agora tem o direito legal de decidir se vale a pena informar à Apple sobre o problema para que a empresa o corrija.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *