Últimas

Filas e tumulto no Bradesco da Encruzilhada

Segundo a Lei Estadual n° 12.264 o tempo máximo de espera nas filas dos bancos não deve ultrapassar 15 minutos. Foto: Antônia Keller/Cortesia
Segundo a Lei Estadual n° 12.264 o tempo máximo de espera nas filas dos bancos não deve ultrapassar 15 minutos. Foto: Antônia Keller/Cortesia

A manhã foi marcada por tumulto na agência do banco Bradesco da Encruzilhada, na Zona Norte do Recife. Usuários da agência, que procuraram o Diario, informaram que apenas um dos 19 caixas eletrônicos da unidade estavam realizando saques, resultando em filas enormes e uma espera de uma hora.

“Cheguei lá às 10h para sacar dinheiro e só às 11h consegui. Só tinha um funcionário para orientar, muitos idosos, e as pessoas pedindo ajuda a terceiros”, denunciou a funcionária pública Antônia Keller que relatou um cenário de caos. “Vi duas senhoras que quase vão às vias de fato, pois uma tinha se atrapalhado na fila e sem querer entrou na frente da outra. Tudo isso por falta de organização da instituição. Desrespeito com a população”, reclama a usuária, que pretende acionar o Procon. 

Segundo a Lei Estadual n° 12.264 o tempo máximo de espera nas filas dos bancos não deve ultrapassar 15 minutos, podendo chegar a 30 minutos nos seguintes casos: em véspera ou em dia seguinte a feriados; em data de vencimentos de tributos; em data de pagamento de vencimento. 

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *