Fãs homenageiam Prince em clube onde "Purple Rain" foi filmado

Bebendo cerveja ou vinho, milhares de fãs, muitos deles com roupas da cor púrpura, se reuniram na madrugada desta sexta-feira no centro de Minneapolis para prestar homenagem a Prince, falecido na quinta-feira, no clube em que a lenda da música filmou o clássico “Purple Rain”.

Com uma rosa amarela na mão, o guitarrista Cleo Patricx tentava abrir passagem entre a multidão para depositar a flor no memorial criado na Primeira Avenida e despedir-se assim de “um dos grandes”.

“As pessoas vêm de todo o mundo, o final de semana será dedicado totalmente a celebrar o artista”, disse Patricx, com óculos escuros, ao lado da namorada, que segurava mais rosas.

“Isto é uma loucura, algo bonito. Todas estas pessoas parecem unidas por uma comunidade cósmica de espíritos púrpura,” afirma.

“É uma experiência cósmica, você pode sentir toda a energia, as vibrações, a música, os sons, a atmosfera”, completa.

Alguns felizardos conseguiram entrar no clube, de onde era possível ouvir a música de Prince. Jovens jovens usavam camisas ou gravatas de cor púrpura, enquanto outros exibiam flores da mesma cor. As pessoas bebiam cerveja e vinho. A maconha também estava presente entre os fãs.

A multidão era diversificada, com jovens, pessoas mais velhas, brancos, negros, asiáticos e até mulheres com hijab. Americanos de todo o país, mas principalmente do estado de Minnesota, orgulhosos de terem nascido no mesmo local que Prince, uma lenda da música.

– Um ‘ícone’ -“É algo parecido ao que aconteceu com Michael Jackson. Mas há algo com um pouco mais de substância, algo mais atrativo em Prince” comenta Rosemary Wentzell, uma secretária de 56 anos, enquanto bebe vinho tinto.

“Ele era realmente um verdadeiro nativo de Minnesota. E ficou aqui”, completou.

“Apesar de todos os conflitos provocados pela política ou o terrorismo nos Estados Unidos, somos capazes de nos encontrarmos para homenagear um homem”, afirma com a voz emocionada.

O engenheiro Peter Ivanov, de 24 anos, é outro vestido com a cor púrpura. Ele ficou mais de uma hora na fila do clube.

“Prince é o mais icônico ídolo de todos os tempos em Minnesota, e isto explica o encontro aqui. Estamos aqui para celebrar, não porque morreu e sim por tudo que representou”, explica.

Ivanov disse que compareceu a shows de Prince.

“Tudo isto demonstra como era importante para a comunidade de Minnesota. Não era apenas uma celebridade de Minnesota, era sobretudo uma grande pessoa”.

Patrick Devine, de 21 anos, guitarrista que sonha uma carreira musical, mas que trabalha em uma concessionária no momento, afirma ser um dos maiores fãs de Prince. Durante suas apresentações no ensino médio, conta, interpretou várias canções do ídolo falecido.

Sua canção favorita? “Let’s Go Crazy.”

Para homenagear o artista, vestiu uma jaqueta brilhante púrpura, assim como uma calça psicodélica púrpura e uma faixa no cabelo.

“Pensei: Como Prince teria se vestido? E vim assim”, disse.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *