Gabriel Jesus explica expulsão e admite erro: 'Fui infeliz em revidar'

Gabriel Jesus foi o nome do jogo no empate por 3 a 3 entre Rosario Central e Palmeiras na noite desta quarta-feira, na Argentina, pela Libertadores. O atacante marcou dois gols, mas acabou expulso de campo na etapa final depois de um desentendimento em campo. Após o jogo, o camisa 12 admitiu que errou, mas pediu cartão vermelho para o adversário.

“Fui infeliz de subir o pé, mas se o juiz me expulsou, tinha que expulsar ele também. A arbitragem prejudicou a gente, mas o time foi guerreiro e conseguiu o empate. É a primeira expulsão minha, infelizmente. Só quem está lá dentro sabe o que é apanhar e não poder fazer nada. Fui infeliz de revidar, mas a arbitragem deixou a desejar”, explicou o atacante.

Gabriel Jesus abriu o placar logos aos quatro minutos de partida, após tocar na saída do goleiro. O atacante marcou o segundo gol de cabeça no fim da primeira etapa e fez 2 a 1 para o Palmeiras. Depois da virada do Rosario, o camisa 12 acabou expulso pelo árbitro equatoriano Roddy Zambrano.

No lance, Gabriel Jesus se envolveu em uma briga com Musto, volante do Rosario. O atacante chutou o adversário mesmo caído no gramado e reclamou de ter tomado um soco na cabeça.

Com o empate na Argentina, o Palmeiras foi a cinco pontos no Grupo 2. O Rosario soma oito pontos, mesmo número do Nacional-URU, que enfrenta o River Plate-URU nesta quinta-feira. Daqui a uma semana o time brasileiro recebe o River — será preciso vencer e torcer por um resultado na outra partida da chave.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *