Galeria Vermelho inaugura sala de cinema com filme de Dora Longo Bahia

O longa “O caso Dora”, da artista Dora Longo Bahia, inaugura a Sala Antonio da Galeria Vermelho, nesta sexta (8), em São Paulo. Com 70 minutos de duração, o filme reúne documentação e ficção que tem como referência “A Chinesa”, clássico de Jean-Luc Godard, e título que remete ao primeiro caso publicado por Freud em 1905, sobre Histeria.

A entrada é gratuita sujeito a lotação da sala que tem capacidade para 35 pessoas.

Na estreia, o filme será exibido em três sessões, às 20h (com legenda em português), às 21h15 (com legendas em inglês) e às 22h30 (com legendas em português).

A partir de sábado (9), serão seis sessões durante a semana e quatro sessões aos sábados, com legendas em inglês e português, de acordo com a agenda abaixo:

Sábado
11:30 legenda em português
13:00 legenda em inglês
14:30 legenda em português
16:00 legenda em inglês

Segunda a Sexta
10:30 legenda em português
12:00 legenda em inglês
13:30 legenda em português
15:00 legenda em inglês
16:30 legenda em português
18:00 legenda em inglês

A Sala Antonio da Galeria Vermelho foi criada com o intuito de receber a produção dos artistas que têm atuado na fronteira entre o cinema e as artes plásticas. São produções que exigem exibição, seja pela duração, aspectos técnicos de produção ou formato de narrativa, que fariam esses filmes não serem devidamente apreciados em situações corriqueiras de exposições.

Serviço
Filme “O caso Dora” na inauguração da sala de cinema da Galeria Vermelho
Quando: 8 de abril de 2016, sexta, às 20h
Onde: Galeria Vermelho – rua Minas Gerais, 350 – São Paulo
Quanto: Entrada gratuita
Classificação: 16 anos
Mais informações: galeriavermelho.com.br / (11) 3138-1520

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *