Últimas

Ganso diz que Maicon quebrou ordem no pênalti, mas Bauza põe panos quentes

Paulo Henrique Ganso queixou-se na saída de campo do zagueiro Maicon, que assumiu e desperdiçou uma cobrança de pênalti no jogo do São Paulo contra o Oeste, neste sábado (2), no Morumbi, quando o jogo ainda estava empatado em 1 a 1. No fim das contas, o Tricolor acabou vencendo de virada por 2 a 1 no Morumbi com gol do próprio Maicon no finzinho.

Após o apito final, Ganso reclamou a uma emissora de rádio que Maicon havia quebrado a ordem de batedores de pênalti, já que ele seria o cobrador oficial. O próprio zagueiro assumiu que pediu ao meio-campista para bater a penalidade, assumiu o erro, mas disse que, se tiver outra oportunidade, gostaria de voltar a cobrar.

“Eu falei para o Ganso que queria bater. Infelizmente eu não converti, mas vou bater o próximo se eu tiver oportunidade. Assumo meu erro, sou forte o suficiente para reconhecer isso e espero poder converter o próximo”, disse Maicon.

Na entrevista coletiva após a partida, o técnico Edgardo Bauza contemporizou a questão de quem deveria bater o pênalti e preferiu focar o péssimo aproveitamento do São Paulo da marca da cal na temporada.

“Já é história. Os dois estavam designados. Eles conversaram, e um deles bateu. A única verdade é que erramos cinco pênaltis”, disse Bauza, referindo-se às seis penalidades que o São Paulo teve no ano.

Dos seis pênaltis que o São Paulo teve a favor na temporada, perdeu cinco. Maicon, o próprio Ganso, Calleri e Michel Bastos (duas vezes) desperdiçaram. Aproveitamento inferior a 20%.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *