"Gears of War 4" volta às raízes com partidas rápidas e combate brutal

Primeiro jogo da serie criado após a aquisição pela Microsoft, “Gears of War 4” traz nos ombros grandes responsabilidades: Ser um sucessor à altura da trilogia original, apresentar “Gears” para uma nova geração de jogadores e deixar no Xbox One o mesmo impacto que a franquia deixou no  veterano X360.

Isso é o mínimo que se espera de “Gears of War 4” e o diretor Rod Fergusson sabe que não é tarefa fácil, mas está confiante no resultado que veremos em outubro. UOL Jogos conversou com Fergusson em um evento no México, onde também jogamos o multiplayer competitivo do game, uma amostra do que estará no beta previsto para começar em 18 de abril.

“São muitos desafios: Novo estúdio, nova tecnologia, um novo console”, explica Fergusson, veterano da serie “Gears of War” e de “BioShock Infinite”, entre outros jogos. “O mais difícil é que, como ‘Gears’ é muito conhecido, você não pode mudar muito sem descaracterizar o jogo. Os fãs são muito apaixonados e você não quer trair a confiança deles”.

Para conseguir espaço para novidades e se manter fiel à atmosfera original, “Gears of War 4” se passa 25 anos depois do terceiro jogo. Pouco se sabe sobre a campanha, além de que o protagonista, JD, é filho de Marcus Fênix, o herói da serie original. A luta de JD é contra um novo tipo de inimigo, o Swarm, e a campanha será cooperativa.

Já o multiplayer terá novidades como um sistema de rotação de mapas e cards com modificadores estéticos (personagens para o multijogador, trajes diferentes e novas cores para as armas, por exemplo) e contratos com recompensas – complete uma partida competitiva e cumpra o objetivo do contrato para conseguir um bônus de experiência, por exemplo.

O modo Dodgeball é uma das melhores adições à série: São partidas 5×5 onde o jogador só revive quando um inimigo é morto pelo seu time. O objetivo, claro, é acabar com todo o time rival. São partidas rápidas e o sistema de ressurreição gera momentos de tensão extrema e muita diversão, com reviravoltas constantes no placar.

“Gears of War 4” virá com 10 mapas multiplayer no lançamento, mas receberá novos mapas todos os meses. Alguns mapas serão inéditos, outros serão versões remasterizadas de arenas antigas da serie, mas todos serão gratuitos para jogar.

E aí vem a pegadinha: “Gears 4” terá um sistema de rotação, onde os mapas grátis vão se alternando. Caso você queira muito jogar em um mapa que não está disponível no menu, é possível comprá-lo com dinheiro real para jogar em partidas privadas. Não se sabe ainda o preço, mas só uma pessoa (do grupo de até 10 jogadores) precisa comprar a arena.

Da mesma forma, caixas com cartas podem ser compradas com dinheiro, mas também é possível adquirir esses caixotes com créditos ganho no jogo. As modificações são apenas estéticas e algumas, como as pinturas das armas, podem ser usadas também na campanha.

De volta ao melhor

Para Fergusson, existem vários tipos de jogadores no multiplayer de “Gears of War”, desde os jogadores casuais que experimentam as partidas online depois de terminar a campanha até aqueles mais dedicados e os proplayers (nos EUA, “Gears” é jogado profissionalmente desde 2006) e hoje isso inclui também as pessoas que assistem partidas via streaming e aqueles que transmitem e narram as batalhas.

“Temos algo para cada jogador”, explica o diretor. “Mas o principal é que resgatamos o estilo de jogo de ‘Gears of War 3’, deixamos ‘Judgment’ de lado”. Segundo Fergusson, “Gears: Judgment” foi uma experiência diferente do resto da franquia, com elementos mais próximos dos jogos de tiro em primeira pessoa, mas que ficou longe demais da essência da serie.

O diretor e a equipe da Coalition acreditam que “Gears 3” foi o jogo que teve o melhor ritmo nas partidas competitivas e é essa experiência que eles querem levar para o novo game.

Ele não confirma ainda o retorno do popular modo Horde, mas explica que “Gears 4” conta com um modo “versus cooperativo”. Você pode se juntar a mais 4 jogadores em partidas contra bots. Segundo o diretor, é uma forma de tornar a experiência mais agradável e segura para os novatos. “Nos inspiramos em jogos como ‘League of Legends’ para criar esse modo”, conta.

Não é um modo de treino descartável, promete Fergusson. Você pode jogar apenas contra bots (com dificuldades ajustareis) e ganhar experiência, créditos e cards, como em qualquer outra modalidade do game.

O único modo de jogo em que o sistema de bonificação não funciona é nas partidas em LAN. Será possível jogar partidas multiplayer de “Gears of War 4” offline, ligando os Xbox One em rede local – mas aí não há progressão, apenas a diversão de jogar com mais de um amigo no mesmo ambiente (você pode jogar todos os modos do novo “Gears” em tela dividida).

Voltar ao jogo mais ritmado dos tempos de “Gears 3” não quer dizer que não há novidades nas mecânicas do game. No teste realizado no México, experimentamos algumas das novas armas e também novos movimentos de ataque: agora você pode saltar por cima dos “murinhos” do jogo e já chegar chutando o inimigo que está do outro lado. Ou puxar o oponente por cima da cobertura e finalizar o movimento com uma execução brutal, atravessando sua cabeça com uma facada.

São mudanças simples, mas que tornam o combate de perto mais agressivo e variado – acabaram-se os dias em que dois inimigos ficavam trocando tiros abaixados um de cada lado da mesma proteção.

As novas armas também oferecem variantes para o bem conhecido esquema de Lancers e escopetas. Um bom exemplo é a Dropshot, uma arma que lembra uma ferramenta de construção modificada. Ela dispara um projetil explosivo que sobrevoa a cobertura inimiga e mergulha em direção aos alvos.

Todas as armas antigas continuam presentes. Segundo Fergusson, a intenção dos produtores é sempre acrescentar coisas novas ao game e não remover o que já era bom.

Os jogadores do Xbox One poderão experimentar “Gears of War 4” em breve, quando o teste beta do game chegar ao console da Microsoft no dia 18 de abril (para quem jogou “Gears of War Ultimate”) e no dia 24 (para todos os assinantes Live Ouro).

“Gears of War 4” sai em 11 de outubro para Xbox One.

?*O jornalista viajou a convite da Microsoft.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *