Governo é "arrogante e autoritário", diz relator da comissão do impeachment

  • Diego Padgurschi /Folhapress

    Jovair Arantes, relator do parecer da comissão do impeachment

    Jovair Arantes, relator do parecer da comissão do impeachment

O deputado Jovair Arantes (PTB-GO), relator do parecer da comissão que analisa o impeachment da presidente Dilma Rousseff, disse nesta segunda-feira (11) que o governo é “arrogante e autoritário” e “não aceita opiniões divergentes”.

As declarações foram dadas na sessão de hoje da comissão, que deve votar mais tarde o parecer de Arantes.

Independentemente se for aprovado ou não pelos 65 membros do comitê, o documento que pede a abertura do processo de impeachment será encaminhado para votação no plenário da Casa.

Arantes declarou que “não há mais clima para esse governo” e que “ninguém mais acredita” nele. Em seguida, ele foi aplaudido por parte deputados presentes.

O relator também conclamou os deputados da comissão a votarem a favor do impeachment. “A população precisa de uma resposta positiva de nós parlamentares”, declarou.

Arantes também defendeu seu parecer a favor do pedido do afastamento de Dilma.

Ele afirmou que seu parecer foi técnico e seguiu a Constituição. “Registro com orgulho que o parecer foi elogiado pelos principais editoriais do país”, disse. “Não li uma única crítica contra meu parecer.”

O relator criticou ainda a posição do governo, que teria, segundo ele, o atacado pessoalmente. “Ataca-se o autor do parecer, mas não o próprio parecer, mais uma tática de quem não tem razão”.

Ele também disse que seu relatório não afirma que Dilma cometeu crime de responsabilidade, porque estaria extrapolando seu papel, mas que há indícios disso.

“Se não há crime de responsabilidade, a presidente será absolvida”, disse Arantes.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *