Últimas

Governo espera elevar exportações e suavizar queda de importações este ano

O superávit recorde da balança comercial brasileira em março, de US$ 4,435 bilhões, foi alcançado apesar de uma queda disseminada em vários setores, afirmou o diretor de Estatística do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Herlon Brandão. Houve queda nas vendas de produtos como combustíveis e lubrificantes (40,8%), bens de consumo (31%) e bens de capital (26,8%).

Pelo lado das exportações, há uma expectativa de encerrar o ano com aumento em relação ao ano passado. Até março, há uma queda de 5,1% no total exportado. “Esperamos fechar o ano com crescimento nas exportações e suavizar a queda nas importações”, afirmou.

Brandão destaca que os volumes exportados estão crescendo e deverão ser recordes neste ano, mas, apesar da recuperação nos últimos meses, ainda há uma queda nos preços de produtos importantes na pauta brasileira, como minério de ferro e petróleo.

Brandão projeta um aumento no total exportado de soja em relação ao ano passado, quando foram embarcados 54 milhões de toneladas.

Também houve aumento neste ano nas vendas de veículos ao exterior em março (17%), principalmente para países com os quais o Brasil tem acordos comerciais no setor, como México, Argentina e Colômbia.

A previsão do MDIC para o saldo comercial neste ano foi mantida em US$ 35 bilhões. No primeiro trimestre, o saldo é positivo em US$ 8,398 bilhões.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *