Últimas

Grêmio: Fim dos Estaduais aumenta a lista de ex-promessas e alvos errados

O fim dos Estaduais significa mais do que avaliações no elenco do Grêmio. Não é apenas o momento de observar possíveis alvos, é hora de receber jogadores que estiveram cedidos a equipes menores e ainda possuem vínculo. São nove nesta condição. Além disso, quatro vínculos estão para acabar nos próximos meses. 

Do elenco principal apenas um contrato será mexido. E em nada alterará os planos do clube. Liberado para procurar outra equipe desde o início do ano, o uruguaio Braian Rodríguez permaneceu em Porto Alegre até agora. Ocupando tempo entre carros e seu estilo pessoal, o centroavante vê o vínculo terminar no fim de junho. 

Antes disso, em maio, outros três jogadores que não figuram como opção há bastante tempo perdem vínculo com o Tricolor: o zagueiro Gerson, que foi destaque na base e esteve emprestado a uma série de equipes – a última o Red Bull Brasil, o volante Moisés, que veio do Juventude e estava cedido ao Brasil de Pelotas, e o lateral direito Tony, que foi devolvido pelo Bahia no ano passado e desde então treina com o elenco de transição. 

Agora, a lista dos que voltam sem grande perspectiva é maior. Rondinelly, que mostrou mágoa com o clube, regressa do Macaé e tem contrato por mais um ano. O atacante Erik, que esteve no Lajeadense, e Guilherme, também atacante que esteve no São José, têm contratos encerrando em dezembro. 

O volante Guilherme Amorim, que defendeu o Oeste (SP), é do Grêmio até agosto. O centroavante Marcos Paulo, que esteve no Aimoré, tem contrato até junho de 2017 e Leandro Canhoto, contratado como promessa do Gauchão, defendeu o Passo Fundo e tem vínculo até 2018. 

Completam a lista dois jovens que foram cedidos ao Mallorca, da Espanha. Depois de passarem pelo time que disputa a Série B do país europeu, Lima e Luis Felippe podem regressar. A volta, contudo, não está garantida já que os espanhóis podem comprar os direitos de ambos.

A direção do Grêmio planeja reforçar o time. Um lateral direito e um zagueiro ainda podem ser contratados. Mas a cautela pauta atitudes neste momento. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *