Últimas

Griezmann entra, decide e Atlético segue na cola do Barça no Espanhol

Dividido entre o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões, Simeone escalou um time misto para enfrentar o Rayo Vallecano no torneio nacional. Não deu muito certo. Para não correr o risco de tropeçar em casa, o Atlético de Madri precisou lançar mão de sua maior estrela, Antoine Griezmann, que entrou no segundo tempo, marcou em cerca de um minuto em campo e garantiu o 1 a 0.

A vitória simples mantém o Atlético na cola do Barcelona. Agora o time tem 85 pontos contra 82 do Barcelona, que encara o Bétis ainda neste sábado. Como o time catalão tem vantagem nos critérios de desempate, Simeone e companhia precisam de um tropeço dos rivais nas últimas três rodadas do Espanhol para sonharem com o título.

O time, porém, não pode focar só no Espanhol. Depois de vencer o Bayern de Munique por 1 a 0, em casa, no jogo de ida da semi da Liga dos Campeões, o Atlético precisa dosar suas forças de olho no torneio continental. Por conta disso, nomes como Griezmann, Koke, Fernando Torres e Saul ficaram no banco de reservas no início do jogo.

Só que os reservas não corresponderam às expectativas. Diante de um time difícil, que gosta de jogar com a bola no pé e tem algum talento à disposição, o Atlético não conseguiu criar volume de jogo para furar a defesa do Rayo Vallecano.

A diferença entre os times, porém, era visível. Foi por isso que, quando Simeone desistiu da formação mais fraca, o Atlético reagiu rapidamente. Depois de um lançamento longo, a defesa do Rayo afastou mal e Griezmann aproveitou a sobra para marcar de fora da área.

O gol acordou o Atlético, que cresceu no jogo e só não ampliou porque Fernando Torres perdeu um gol de frente para o goleiro. Ainda assim, foi o suficiente.
 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *