Últimas

Hillary diz que corrida presidencial democrata entra na "reta final"

Nova York, 19 abr (EFE).- A pré-candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, fez nesta terça-feira um pedido de unidade a seu partido e afirmou que, após a vitória obtida hoje nas eleições primárias de Nova York, a corrida para a Casa Branca entra na “reta final”.

Hillary Clinton ganhou as primárias realizadas em Nova York, superando seu rival, o senador Bernie Sanders, que nasceu em Nova York e que representa a esquerda do Partido Democrata.

Aos simpatizantes de Sanders, Hillary disse: “Acredito que existem muito mais coisas que nos unem do que nos separam”. A partir de hoje, acrescentou a pré-candidata, “a indicação (presidencial) democrata entra na reta final e nosso objetivo está próximo”.

A ex-secretária de Estado comemorou sua vitória nas urnas em um evento ocorrido em um hotel na Times Square, no qual estiveram presentes, entre outros, o governador do estado, Andrew Cuomo, e o prefeito da cidade, Bill de Blasio.

Acompanhada por seu marido, o ex-presidente Bill Clinton, e sua filha Chelsea, Hillary, que representou Nova York no Senado de 2001 a 2009, manifestou seu “profundo agradecimento” pela vitória eleitoral.

“Hoje se provou, de novo, que não há lugar como o lar”, disse Hillary, que no início da manhã emitiu seu voto em uma cidade situada ao norte da ilha de Manhattan.

Com 84% dos votos apurados em Nova York, Hillary soma 57,6% de apoio, enquanto Sanders tem 42,4%. A vitória da ex-primeira-dama estava em dúvida pelos últimos triunfos obtidos por Sanders, e o pleito de Nova York era crucial em sua campanha.

Em seu discurso, Hillary lembrou que foi em Nova York que lançou sua campanha, em junho do ano passado, e delineou os princípios que vem defendendo em temas como a imigração e a igualdade de gênero.

Hillary criticou os principais candidatos republicanos, Donald Trump e Ted Cruz, que defendam uma “visão dos Estados Unidos que fomenta as divisões e que é francamente perigosa”, como o tratamento de “criminoso” dado aos muçulmanos que vivem no país.

“Essas coisas vão contra os valores apoiados pelos Estados Unidos”, insistiu a pré-candidata.

A vitória de hoje foi a primeira de Hillary no processo de prévias do Partido Democrata desde o triunfo no Arizona, no dia 22 de março.

As prévias desse mesmo dia 22 de março em Idaho e Utah, e as ocorridas em outros cinco estados em datas posteriores, foram vencidas por Sanders.

Em Nova York estavam em jogo 247 delegados para a Convenção Nacional do Partido Democrata que escolherá o candidato para as eleições presidenciais de novembro.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *