Últimas

Incêndio destrói Museu de História Natural da Índia

Nova Délhi, 26 abr (EFE).- Um incêndio destruiu nesta terça-feira o Museu de História Natural da Índia situado no centro de Nova Délhi, um parada habitual de milhares de estudantes indianos e uma “perda incalculável”, segundo garantiu o governo do gigante asiático.

“O incêndio no museu de História Natural é uma tragédia (…) É um tesouro natural. É uma perda incalculável”, afirmou em sua conta no Twitter Prakash Javadekar, ministro de Meio ambiente da Índia, do qual depende o centro cultural.

Javadekar acrescentou que ordenou uma auditoria em outros 34 museus dependentes de seu Ministério para evitar que se repitam acidentes como esse.

O fogo começou por volta das 2h local (17h30, de Brasília) no último andar do edifício no qual está situado o museu, e embora já tenha sido extinto, as equipes de bombeiros estão ainda esfriando o local para evitar que as chamas voltem.

Segundo explicou à Agência Efe o porta-voz dos serviços de bombeiros da capital indiana, Atul Garg, 35 equipes participaram da operação e acrescentou que só dois de seus operários ficaram feridos, embora já tenham recebido alta no hospital.

Garg revelou que ainda que não se sabe as causas do fogo e acrescentou que “infelizmente” o mecanismo de segurança do edifício para evitar esse tipo de fatos “não funcionou”.

O museu de História Natural da Índia está situado nos três últimos andares de um edifício pertencente à Federação das Câmaras de Comércio e Indústrias da Índia (FICCI, por sua sigla em inglês).

O secretário-geral da FICCI, A. Didar Singh, garantiu através de um comunicado que “ninguém se encontrava no interior do edifício quando o fogo começou” e confirmou que as causas do incêndio “estão sendo investigadas”.

O museu, que dispõe de três salas de exibição sobre ecologia, conservacionismo e uma introdução à história natural, conta com vários espécimes, além de fósseis milenários e amostras botânicas. EFE

mt/ff

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *