Últimas
lewis-hamilton-da-mercedes-durante-treino-livre-do-gp-da-china-1460689651873_615x300-1

Lewis Hamilton ganha 15 posições, mas sai frustrado do GP da China

  • Clive Mason/Getty Images

Depois de dominar o campeonato do ano passado desde o início, Lewis Hamilton vem vivendo uma realidade bastante distinta neste início de temporada: o inglês teve problemas nas primeiras voltas dos três GPs disputados até aqui e viu o companheiro Nico Rosberg vencer, com tranquilidade, todas as etapas.

Na China, o inglês já largou sabendo que teria uma tarde complicada, uma vez que era o último do grid após ter tido problemas de motor na classificação e ter sofrido uma punição pela troca do câmbio. Porém, a prova acabou sendo mais difícil que o esperado após um toque com Felipe Nasr na primeira curva. O brasileiro tentava se livrar de outro acidente, entre as Ferraris de Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel.

“Definitivamente foi um GP difícil”, admitiu Hamilton que foi o sexto colocado. “Fiz uma boa largada, o que é sempre difícil quando se larga no fundo do pelotão. Tentei evitar o que estava acontecendo mais à frente, mas fui envolvido”, lamentou, sem culpar Nasr.

“Depois disso eu fui lutando, mas parecia que toda vez que eu parava nos boxes, tinha de começar tudo de novo, e não sentia que estava ganhando terreno. No final, não tinha mais pneus. As corridas são assim, mas não foi um final ótimo. Tomara que seja um dos pontos mais baixos da temporada.”

No final da prova, Hamilton acabou recuperando 15 posições no total, mas foi freado pela Williams de Felipe Massa, que se defendeu bem até que os pneus do inglês se deterioraram e o tricampeão teve de se contentar com o sétimo posto.

“A pista é muito boa porque dá para ultrapassar e seguir um carro de perto, mas o carro estava muito danificado. Acho que a suspensão estava danificada, e talvez algumas peças aerodinâmicas também”, desconfia o inglês, que viu o prejuízo no campeonato em relação a Rosberg subir de 17 para 36 pontos.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *