Últimas

Mais de 1 bilhão de pessoas acessam o Facebook por dia

O Facebook anunciou os resultados de mais um trimestre que provam que a empresa está longe de deixar de crescer. Se por um lado o crescimento da base de usuários já não é mais tão rápido (afinal de contas, é difícil crescer quando você já é enorme), as receitas obtidas com cada usuário seguem em ascensão.

Olhando por este lado, o Facebook faturou US$ 5,4 bilhões nos primeiros três meses de 2016, o que é um salto significativo em comparação com o mesmo período de 2015, quando a empresa havia registrado receitas na casa dos US$ 3,5 bilhões.

Em relação à quantidade de pessoas que usam seus serviços, o Facebook em si não cresce mais tão rápido, mas segue, sim, crescendo. A rede social chegou a 1,65 bilhão de usuários ativos mensais e, o mais impressionante, 1,09 bilhão de usuários ativos DIÁRIOS. Ou seja: mais de 1 bilhão de pessoas acessa o Facebook em um dia qualquer.

Outra informação importante revelada é o impacto da mobilidade nos negócios do Facebook. A empresa que, um dia, sofreu por não conseguir monetizar os usuários de seus aplicativos para celular, hoje mudou totalmente este paradigma. Hoje, 1,51 bilhão de pessoas acessam a rede social via mobile todo mês, o que aumentou significativamente o faturamento da empresa com este público. Atualmente, 82% de toda a verba publicitária recebida pelo Facebook é referente aos celulares e tablets.

Mark Zuckerberg aproveitou o momento para atualizar os números dos outros aplicativos do Facebook, com 1 bilhão de pessoas usando o WhatsApp, 900 milhões usando o Messenger e mais 400 milhões acessando o Instagram. O executivo também aproveitou para lembrar algumas das novidades implantadas neste trimestre, como o lançamento do Oculus Rift, dos vídeos ao vivo e das Reações. Além disso, 25 milhões de pessoas já estão acessando a internet por meio dos serviços de conectividade básica grátis fornecido pela Internet.org.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *