Últimas

"Malhação", da Globo, terá série na internet sobre casal de jovens com HIV

  • Divulgação

A Rede Globo lança neste sábado (2) uma websérie original centrada na história de vida de casais sorodiferentes, quando um membro tem aids e o outro não. A novela “Malhação” tratou sobre esse assunto na trama dos personagens Henrique (Thales Cavalcanti) e Camila (Manuela Llerena).

No final do ano passado, o tema na ficção gerou polêmica nas redes sociais sobre a transmissão do vírus HIV e os direitos de pacientes soropositivos. Em um capítulo, os personagens se chocam durante um jogo de basquete na escola. Os dois se ferem na testa e o rapaz, que é soropositivo, se preocupa com a possibilidade de ter infectado a jovem. 

Segundo a infectologista Rosa Alencar, coordenadora adjunta do Programa de DST/Aids da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, a chance de transmissão seria mínima, “ainda mais em um contato tão rápido”.

No projeto, denominado “Eu Só Quero Amar”, que tem consultoria do Unaid (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids), o casal da novela participa de um webdocumentário, que mistura ficção e realidade.

O objetivo da série é aprofundar para o público jovem o debate sobre esta relação e sobre a vida de um casal sorodiferente, desde os desafios no convívio social – como enfrentamento do estigma e da discriminação – até a vivência de uma sexualidade saudável e bem informada.

“Estamos indo além de prevenção, testagem e tratamento do HIV. Estamos falando também de sexualidade, estigma e discriminação – e diretamente para o público jovem, que é o mais afetado hoje no país”, afirma Georgiana Braga-Orillard, diretora do Unaids no Brasil.

A série, que é inspirada na obra de Emanuel Jacobina, autor da atual temporada de “Malhação”, terá um novo capítulo a cada sábado do mês de abril, totalizando cinco episódios.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *