MasterChef Brasil: Depois de entregar um bolo cru participante Fernando deixa a competição

Receita de família não conseguiu convencer os jurados
Receita de família não conseguiu convencer os jurados

As coisas começaram quentes na edição dessa terça-feira (12) do Masterchef Brasil. O primeiro bloco foi marcado pela prova em equipe, a maior prova externa de todas as temporadas até agora. Nela, os 20 participantes tiveram que cozinhar para 200 integrantes do Corpo de Bombeiros de São Paulo, entregando uma opção de prato principal e uma sobremesa. 

As surpresas vieram logo com a entrada dos jurados Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça, que chegaram “disfarçados” de bombeiros, vestidos com jaquetas e capacetes usados pela corporação. Depois da descontração os participantes foram divididos em duas equipes, azul e amarela, lideradas respectivamente pela empresária Raquel e pela professora Bruna. Cada grupo tinha que preparar um prato com os ingredientes que estavam na cesta misteriosa.  
A equipe azul serviu Contra filé com molho de cerveja, acompanhado de farofa de abobrinha e arroz com ervilha e vagem.  O grupo amarelo ficou com Maminha selada, sobre uma cama de vegetais, com molho de cerveja e batatas rústicas. Nenhuma das equipes calculou bem a quantidade que deveria servir aos oficiais, o que deixou alguns soldados sem a carne da equipe azul e sem as batatas rústicas – ponto forte – da equipe amarela. Para a sobremesa a líder Raquel apostou em um abacaxi, com raspas de limão e caramelo contra um Doce de abóbora com crumble crocante da líder Bruna.

Raquel (à esquerda) e Bruna (à direita) foram as escolhidas para liderar os competidores na prova de equipe. Fotos: Carlos Reinis/Band
Raquel (à esquerda) e Bruna (à direita) foram as escolhidas para liderar os competidores na prova de equipe. Fotos: Carlos Reinis/Band

Mas a falta da proteína não foi suficiente para desbancar a equipe azulada, que trabalhou menos organizada, porém com mais concentração no sabor dos alimentos. Eles venceram por 123 votos, em comparação aos 77 da outra equipe. No fim da prova o PM Rodrigo apostou que faria flexões se fosse campeão e emocionou o batalhão dos bombeiros que se uniu a ele no exercício.
E as coisas não pararam de ferver na prova de eliminação. A apresentadora Ana Paula disse a então líder do grupo amarelo, Bruna, que ela poderia salvar três pessoas de sua equipe que tivessem sido destaque no preparo das refeições. Ela escolheu a advogada Thaiana Wosniak, o empresário Leonardo Young e um dos competidores favoritos do público até o momento, Lee Fu. Mas como nem tudo no MasterChef são flores, Raquel, a líder vencedora teve que escolher qual deles perderia a imunidade. E o pato ficou para o Leonardo, que voltou para competir pela vaga.

Apesar do início amargo, a prova de eliminação veio doce. Os participantes tiveram que mostrar suas habilidades de pâtisserie e preparar um bolo de camadas, com pão de ló e o recheio que preferissem. De acordo com Paola, a chave da competição era a temperatura, mas ela acabou se mostrando o pior inimigo. Muitos não conseguiram ficar totalmente prontos até o final da prova e o jeito foi se virar com os pedaços que conseguiam sair inteiros.

Jurados chegam a prova vestidos de bombeiros.
Jurados chegam a prova vestidos de bombeiros.

A maioria das críticas dos jurados foi referente ao açúcar, os bolos ficaram muito doces, com exceção do Nuno, que apesar de não ter costume de fazer a receita – que não é típica de Portugal, se destacou. Fábio se emocionou ao lembrar da época em que sua mãe cozinhava para ele e quando Jacquin pergunta “Ficou perfeito?”, uma referência a frase sempre usada pelo participante, este surpreende ao dizer “Não, perfeito só o da minha mãe”. Apesar das emoções na cobertura quem fez o melhor bolo da noite foi Guilherme. 

O último páreo ficou entre Leonardo e Fernando, tido como o miss simpatia da competição, mas que acabou levando a pior. O analista de controladoria entregou um bolo cru aos jurados e acabou deixando o programa.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *