Últimas

MC Bin Laden conta como é ser um funkeiro evangélico

MC Bin Laden foi um dos entrevistados da Revista Sexy deste mês, que traz Geisy Arruda na capa. O funkeiro, conhecido pelo hit Tá Tranquilo, Tá Favorável, contou um pouco de como está sendo ser esse fenômeno pelo Brasil inteiro.

Em um bate papo descontraído, Bin Laden, que já deixou bem claro que é evangélico, abriu o jogo sobre a religião e o funk.

Sou evangélico a ponto de gostar de ir pra igreja, né? Não sou crente, crente, porque canto funk. Eu sou uma pessoa que gosta de estar na igreja e muita gente confunde, né? Na igreja me sinto muito à vontade, é como se você estivesse na verdadeira casa de seu pai. Pode chorar, gritar, conversar, ouvir, escutar a verdade. Já pisei muito em falso, tomei muito na cara, mas também já dei cabeçada na nuca. Não fui sempre certo, nem santo. Todo mundo tem seu lado ruim. Além disso, gosto de ler a Bíblia e lá fala que você tem que dar os 10%. E eu sou dizimista e gosto disso. Lá fala que, se você não der essa parte, que é de Deus, você pode se amaldiçoar.

Com tanta fama, vem também o dinheiro e a mulherada. Segundo o funkeiro, é muito fácil reconhecer quando a menina está ali por puro interesse.

Tá estampado na lata! Ela chega na sua frente e faz assim com o vestido (puxa a camisa para cima, revelando a pança). Aí faz uma massagem e fala: “Nossa… que saudade que eu tava de você. Está malhando? Pô, empresta aí seu WhatsApp. Deixa eu anotar meu número”. Não é uma ideia normal, você vê que rola um interesse”, conta ele.

Diplo e Zedd fazem barraco no Twitter: ‘Invejosa’
Mc Bin Laden: ‘Me acho lindo, já posso até fazer filme’
MC Bin Laden se junta a Diplo e Skrillex e dominam Twitter
Lucas Lucco exibe o abdômen trincado em dia de sol
Novo hit? MC Bin Laden lança prévia de clipe no Youtube
Lucas Lucco: ‘Gostaria de dividir o palco com Roberto Carlos’

Tudo sobre o mundo dos famosos, novelas, festas e TV, você encontra em O Fuxico!

Fonte: OFuxico.com.br
Matéria Originalmente postada pelo site O Fuxico

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *