Últimas

Microsoft aposta em DNA para armazenar grandes volumes de dados

A Microsoft comprou 10 milhões de fios de oligonucleotídeos – moléculas de DNA- produzidas pela empresa Twist Bioscience. De acordo com o Business Insider, a ideia é usar moléculas de DNA como forma de armazenar grandes quantidades de dados. Ao contrário de HDs, discos Blu-Ray e outras tecnologias utilizadas atualmente, o DNA permanece intacto e legível por até 10 mil anos.

A Microsoft estima que um milímetro cúbico de DNA seja capaz de armazenar um exabyte, ou um bilhão de gigabytes de dados. “Como nossos dados digitais continuam se expandindo de forma exponencial, precisamos de novos métodos de armazenamento seguros e de longo prazo”, explica a companhia em um comunicado.

A Twist Bioscience, fabricante do DNA sintético para armazenamento, afirma que os custos da tecnologia está se tornando mais acessível, o que pode significar que essa pode ser uma das soluções para o futuro.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *