Últimas

Mulher de Johnny Depp se declara culpada no caso dos cães

O caso ganhou dimensão em maio do ano passado, depois do ministro da Agricultura da Austrália, Barnaby Joyce, ameaçar abater os cães, Pistol e Boo, de propriedade de Johnny Depp, se não voltassem aos Estados Unidos.

Duas acusações de importação ilegal dos terriers foram abandonadas no tribunal de Gold Coast. No entanto, Amber Heard, mulher de Depp, admitiu a terceira acusação, de falsificação de documento, neste caso, do seu cartão de chegada ao país, onde não declarou os cães.

Heard, que apresentou em tribunal um vídeo em que expressava o seu “remorso” em relação ao caso, culpou os funcionários de Depp pela confusão, dizendo que eles tinham ficado responsáveis de tratar dos documentos.

No vídeo, o casal salientou a importância de obedecer as leis de biossegurança rigorosas do país.

“A Austrália é uma ilha maravilhosa, com um tesouro de plantas, animais e pessoas únicas”, disse Heard.

“Tem que ser protegida”, disse Depp sério.

A sentença deveria acontecer nesta segunda-feira (18), foi arquivada.

A Austrália tem severas leis de biossegurança, com o objetivo de evitar a transmissão de doenças, que obrigam os cães vindos dos Estados Unidos a passarem dez dias em quarentena. As penas para quem violar esta legislação variam entre pesadas multas a dez anos de prisão.

Confira o vídeo!

Filha de Johnny Depp está magra demais
Johnny Depp pode ser acusado de assassinato. Entenda!
Johnny Depp vai cantar no Grammy Awards

[embedded content]

Tudo sobre o mundo dos famosos, novelas, festas e TV, você encontra em O Fuxico!

Fonte: OFuxico.com.br
Matéria Originalmente postada pelo site O Fuxico

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *