Últimas

Mulher de Tiago Leifert revela transtorno

O mistério sobre a saída de Daiana Garbin, mulher de Tiago Leifert, da Rede Globo chegou ao fim. A jornalista, que trabalhou como repórter na emissora carioca por 8 anos, criou um canal no YouTube chamado EuVejo com Daiana Garbin onde vai produzir vídeos para discutir temas como anorexia, bulimia e vigorexia.

Em seu primeiro vídeo postado na internet, Daiana explica que desde pequena sofre de dismorfia corporal ou transtorno de distorção de imagem, um problema de aceitação do próprio corpo.

“Tenho 34 anos e desde os 5 eu odeio meu corpo. Eu me olho no espelho todos os dias, me sinto gorda, queria ser magra, já fiz as maiores loucuras que vocês podem imaginar para emagrecer, porque queria ser magra, seca, igual àquelas modelos, palitinhos. Porque acho aquilo lindo, não sei de onde vem que o magro é bonito e para ser bonito e feliz tem que ser magra. Isso me persegue, e não estou sozinha. Isso é uma tortura, um sofrimento que a gente só guarda em nosso coração”, disse.

Na gravação, a jornalista relata que achou que essa obsessão pelo corpo “perfeito” iria passar com o tempo. “Eu pensei que era fútil, uma adolescente mimada. Achei que ia passar, só que isso não aconteceu. Tenho muita vergonha de dizer que eu já fiz lipo três vezes e continuo me achando gorda. Continua sendo uma batalha todos os dias. Vocês nunca vão me ver de braço de fora porque odeio o meu braço, ele é gordo. Odeio sair em foto”, afirmou ela, que procura se esconder atrás de roupas pretas e blusas de manga.

Assista ao vídeo:
[embedded content]

No registro, a loira ainda admite que já fez as maiores loucuras para perder peso. “Já tomei todos os remédios para emagrecer. Já tentei ter bulimia, tentei vomitar depois de comer e não consegui. Já tentei ser anoréxica. Li num blog que toda vez que sentisse fome era para colocar a cabeça perto do lixo, porque eu ia ter nojo e não ia comer. Mas não adiantou. Parece engraçado, mas vocês não entendem o tamanho do sofrimento”.

O vídeo teve mais de 110 mil visualizações em três dias. Alguns internautas se identificaram e relataram suas histórias nos comentários. “Vivo de antidepressivos desde os 16 anos… já tomei quase todos possíveis… eles me prejudicam muito. Cabelo, pele e agora há pouco tempo desenvolvi crises convulsivas por causa de um antidepressivo para ansiedade…Realmente, pouca gente entende!”, escreveu uma seguidora.

O canal já tem 7.750 inscritos. “Fiquei admirada com a quantidade de homens que se inscreveram e mandaram mensagens porque pensei que esse fosse um problema só das mulheres”, afirmou Daiana em uma mensagem de agradecimento.

Os vídeos serão postados semanalmente.

Veja o agredecimento da jornalista:

[embedded content]

Você viu?

Lily Allen conta ter sido perseguida por homem durante 7 anos

Madonna e outros famosos lamentam a morte do cantor Prince
Luana Piovani posta uma foto do marido pelado e agrada a fãs
Realeza: Conheça algumas curiosidades da rainha Elizabeth II
Rihanna aparece com os seus à mostra em clipe de Needed Me

Baianinha: Lingerie deixa a mulher muito mais poderosa

Mari Baianinha disse que as peças são sensuais

Aula: Chef ensina receita de camarão com molho teriyaki e ovo

Aula do chef Tsuyoshi Murakami


Fonte: Band.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *