Últimas

"Nenhuma separação é legal, mas foi melhor", diz Neymar sobre Marquezine

Primeiro entrevistado da nova edição da revista “Playboy”, que chega as bancas nesta terça-feira (12) com Luana Piovani na capa, Neymar falou do namoro com Bruna Marquezine, em 2014. O jogador do Barcelona teceu elogios à atriz, e afirmou que o fim do namoro foi difícil.

“Nenhuma separação é legal. Mas foi o melhor para os dois. Eu e a Bruna ainda somos amigos e, de vez em quando, nos falamos”, revelou.

Bruna e Neymar assumiram o namoro durante o Carnaval de 2013. Entre idas e vindas, o romance durou pouco mais de um ano. O atleta e a atriz terminaram o relacionamento durante viagem do casal a Ibiza, em agosto de 2014. 

Estrela do Barcelona, Neymar contou que, ao deixar o Santos para jogar na Europa, planejava voltar ao antigo clube futuramente, mas os planos mudaram. “Deixei uma mensagem no meu armário quando saí de lá: ‘estou indo, mas eu volto’. Mas, hoje, com a diretoria que tem lá, não tenho a mínima vontade de voltar”, detonou. 

Divulgação/Playboy

“Playboy” divulga a capa com a atriz Luana Piovani

Envolvido em escândalo de sonegação fiscal, que teria deixado de pagar os valores devidos de impostos durante os anos de 2011 e 2013, Neymar Jr. torce para que esse assunto seja encerrado o quanto antes.”Pelo que ouvi do meu pai, tudo foi feito dentro da lei. Espero que tudo isso acabe o mais rápido possível e que a justiça prevaleça”, espera. 

Revista “renovada”

De volta ao mercado após 40 anos sendo publicada pela editora Abril, a revista “Playboy” divulgou na última sexta a primeira capa com Luana Piovani.  Aos 39 anos, Piovani aceitou posar nua pela primeira vez pela mudança de conceito da revista. “Não sou obrigada a botar dedinho na boca e posar de quatro para fazer ‘punheteiro’ gozar. Sensualidade tem que ser natural”, disparou. 

A sessão de fotos, feita pelo fotógrafo Christian Gaul, foi realizada em uma mansão no bairro de Santa Teresa, zona Central do Rio de Janeiro. 

A  “Playboy”, que ficou quatro meses sem ser editada, passa a ser publicada pela PBB Editora. Nesta mesma edição, a modelo Lea T. Cerezo abre o jogo sobre a cirurgia de mudança de sexo, o encontro com a natureza e o relação com sua família.

A revista ainda traz reportagens sobre os advogados de defesa dos principais acusados da Lava Jato, uma matéria sobre Wakaliwood, e um reduto periférico de Uganda que se destaca por produzir filmes ultraviolentos.

Um time de colunistas se apresentam na primeira edição, com textos autorais de Alexandre Borges, Juliana Frank, Luana Piovani e Mauro Beting. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *