Últimas

Nizo Neto comenta sobre carta psicografada atribuída ao filho, Rian: ‘Acredito de verdade’

Em coletiva realizada nesta quarta-feira no Projac, para promover o programa “Zorra total”, da “TV Globo”, o ator Nizo Neto falou sobre a postagem que sua mulher, Brita Brazil, fez há poucos dias no Facebook, relatando o recebimento de uma carta psicografada que foi atribuída a Rian Brito, de 25 anos, morto em fevereiro após ficar desaparecido por nove dias.

— Foi ótimo saber que está bem, cumprindo a missão dele. Fiquei surpreso por ter aparecido tão cedo, mas acredito de verdade — comentou Nizo.

Sobre a volta ao trabalho, o comediante considera como uma saída para o momento difícil.

— O set é muito animado, é um privilégio estar trabalhando com tanta gente talentosa. Você vê que a vida tem que seguir, que é possível seguir em frente — desabafou.

No Facebook, mãe de Rian fala sobre encontro com médium

Na última segunda-feira, Brita Brazil compartilhou com seus amigos e seguidores no Facebook uma carta psicografada atribuída ao filho, Rian Brito, morto aos 25 anos, em fevereiro deste ano. Na publicação, a atriz conta que teve conhecimento sobre o trabalho do médium Fernando Ben, do Rio de Janeiro, e esteve em uma reunião do grupo espírita no último domingo, quando recebeu a mensagem.

No texto, o rapaz diz que está bem e encoraja a mãe a continuar na luta pela conscientização sobre o uso da Ayahuasca, mas não dá detalhes sobre as circunstâncias de sua morte. Ele também manda lembranças a Nizo Neto, à madrasta e às irmãs e pede perdão ao pai pelo sofrimento que causou. Ao fim, ele se despede dizendo que está com o avô, pai de Brita Brazil.

Leia a carta completa:

Minha mãe Márcia, de CPF 237…, e de telefone (21) 99… Sou o seu filho vivo, perplexo pela nova realidade, mas feliz por constatar que muito do que já pensava é real. Mãe, continue sua luta sem medo. Pois a discussão tem feito muitas pessoas pensarem, mas também não se iluda, mãe amada, toda proibição estimula.

Peço que continue, aprimore e transceda nesta proposta de conscientização. Mas sempre lembrando que ao pedir para proibir, se aceito ese pedido, muitos vão usar a Ayahuasca, pelo próprio fato de ser proibido.

Sobre as calúnias, desconsidere. Você sabe como sou e tudo que fazia e pensava. Não ligue para os caluniadores, ligue para o que eu sinto por você.

Dê meu abraço no meu pai, na Tatiana, na Sophia, na Isabela. Fala para a Ramona que o Roberto está bem.

A todos que oram por mim, eu agradeço, sinceramente. Mas estou muito bem.

Hoje não vim esclarecer detalhes, mas vim abraçar a minha mãe que tanto me ensinou e me ajudou, em tantas horas. Pai, sinta meu abraço de gratidão. E me perdoe se te fiz sofrer em algum momento.

Deixo minha gratidão e certeza que todos entenderão no tempo certo, que não precisamos de elementos externos para sentirmos nosso eu-maior. Mas sim, meditando, orando e transformando nossas escolhas.

Obrigado, e até logo! Rian Brito.

Obs. Comigo hoje está meu avô!”

Mãe responsabiliza mau uso da Ayahuasca pela morte

Rian Brito, neto de Chico Anysio, desapareceu no fim de fevereiro e o corpo dele foi encontrado em Quissamã, no início de março. Após a morte do rapaz, Brita Brazil responsabilizou o centro de estudos xamânicos Porta do Sol pelo episódio, porque foi lá que Rian teve contato com a Ayahuasca.

Fonte: Jornal Extra (http://extra.globo.com)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *