Últimas

Novidade? Limite de dados da internet já é aplicado desde 2004

Depois que a Vivo anunciou uma mudança em seus planos de internet com o bloqueio da conexão após o cliente exceder o limite de dados da franquia contratada, muitos usuários mostraram-se indignados com a ação. A medida, no entanto, não é novidade.

Em 2004, o grupo Telecom Americas, que detém 31% do mercado e é formado pelas empresas Claro, NET e Embratel, colocou em prática a limitação de dados para internet fixa. Atualmente, os serviços prestados por essas companhias não são interrompidos, apenas sofrem redução de velocidade para 2 Mbps, independentemente do plano contratado.

De acordo com a NET, “o modelo é praticado há anos pela empresa, está previsto em contrato e se encontra em total conformidade com a regulamentação da Anatel que trata do serviço de banda larga fixa e dos direitos dos consumidores de serviços de telecomunicações”.

Atualmente o limite da empresa varia entre 30 GB, para os planos com velocidade de 2 Mbps, até 200 GB, no qual a taxa de transferência está medida em 120 Mbps, como é possível observar no site oficial.

Vale lembrar que um experimento realizado mostrou que o usuário médio de internet gasta cerca de 157 GB por mês, enquanto o usuário avançado, o qual realiza diversos downloads de jogos e faz uso constante de serviços de streaming, pode gastar mais de 390 GB da franquia mensal.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *