Novo rival do Uber chega ao Brasil em maio com promessa de preço baixo

O Uber está prestes a ganhar um novo concorrente no Brasil: o Cabify. A empresa espanhola de mobilidade deve estrear em São Paulo já no mês que vem e procura motoristas que queriam fazer parte da plataforma.

Enquanto os táxis e o Uber calculam o preço da viagem baseado na distância do trajeto e tempo que levou para chegar ao destino – além de uma tarifa-base, a nova empresa cobra somente a distância percorrida.

A princípio, serão oferecidas duas categorias: o Light e o Executivo, que se assemelham ao UberX e o Uber Black, respectivamente. Além dos carros comuns e executivos, a empresa também tem a opção de minivans de luxo e transporte privado aéreo, que ainda não estarão disponíveis no país.

“Prezamos pela transparência e trabalhamos com valores fixos para o cálculo dos custos das viagens, o que torna ainda mais favorável o uso da nossa plataforma”, afirma Daniel Velazco-Bedoya, head de Operações Brasil. “Para este processo de abertura, a empresa mantém um relacionamento próximo com as autoridades locais para dialogar e entender qual a melhor forma de operação no País”, completa o executivo.

Futuro
O Cabify está com um plano de expansão mundial. A companhia já atua em 14 cidades de cinco países. Criada em 2011 na Espanha, a empresa chegou à América Latina no ano seguinte, lançando o serviço no México, Peru e Chile e em 2014 estreou na Colômbia.

Agora, o objetivo é dobrar o número de cidades e também aumentar o número de países nos próximos meses. A Argentina é um dos países que também deve receber o Cabify em breve, o que mostra que a empresa está atenta ao mercado. O Uber acabou de lançar o seu serviço na capital Buenos Aires e está sendo alvo de críticas e protestos dos taxistas locais.

“Consideramos que o Brasil possui condições favoráveis para se tornar rapidamente um mercado estratégico, líder e de grande importância para as nossas operações. Uma vez que possui um grande espaço para melhoria da mobilidade urbana nas principais cidades do país e um elevado potencial econômico para a Cabify”, afirma Ricardo Weder, CEO Latam da Cabify.

Via Reuters e TechCrunch

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *