Últimas

Obama pede que jovens londrinos "acreditem que é possível alcançar progresso"

Londres, 23 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu neste sábado em Londres aos jovens que “rejeitem o pessimismo e o cinismo” e que “acreditem que é possível alcançar o progresso e solucionar os problemas” no mundo.

No segundo dia de sua visita ao Reino Unido, Obama pronunciou um breve discurso, inspirador e positivo perante uma audiência composta por jovens em Westminster, após o qual respondeu perguntas formuladas pelos presentes sobre vários temas de interesse atual.

Antes de atender às questões do público, Obama pediu aos jovens que “adotem um ponto de vista da história mais otimista” para enfrentar os múltiplos desafios.

“Estamos em um momento no qual vossa capacidade para moldar este mundo não tem comparação. E isso é um enorme privilégio”, afirmou o presidente.

Nesse sentido, Obama acrescentou que a juventude “nunca teve ferramentas melhores para conseguir marcar diferenças no mundo” perante os presentes desafios como o terrorismo, a imigração e a mudança climática.

Antes de inaugurar o encontro de perguntas e respostas, Obama visitou pela manhã o teatro londrino The Globe por ocasião da comemoração do 400° aniversário do falecimento do dramaturgo William Shakespeare.

No local, o líder e sua esposa, Michelle, presenciaram atuações de algumas cenas extraídas da obra “Hamlet”.

Na agenda oficial está previsto que Obama se encontre mais tarde com o líder do opositor Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn.

Antes de partir amanhã para a Alemanha, onde se reunirá com a chanceler alemã, Angela Merkel, Obama voltará nesta noite a se encontrar com o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, por ocasião da realização de um jantar privado que será oferecido na Winfield House pelo embaixador americano neste país, Matthew Barzun.

Em sua entrevista coletiva conjunta realizada ontem com Cameron, o líder expressou sua opinião sobre o próximo referendo europeu que os britânicos celebrarão em 23 de junho, dando seu respaldo à permanência deste país dentro do bloco dos vinte E oito.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *