ONU calcula até 500 imigrantes mortos após embarcação afundar no sábado

A UNHCR, agência de refugiados da ONU, afirmou que até 500 pessoas podem ter morrido após uma embarcação afundar no Mar Mediterrâneo no último sábado. Segundo a UNHCR, 41 sobreviventes que foram resgatados contaram que o desastre ocorreu em águas entre a Itália e a Líbia.

Os sobreviventes contaram que estavam em um grupo de 100 a 200 pessoas que deixaram uma cidade perto de Tobruk, na Líbia, em barcos de traficantes. Depois de navegar por várias horas, os traficantes responsáveis pelo barco tentaram transferir os passageiros para uma embarcação maior, que carregava outras centenas de imigrantes. Em determinado momento, a embarcação maior virou e afundou.

Entre os 41 sobreviventes, há 37 homens, três mulheres e uma criança de três anos. Eles foram resgatados por um navio mercante e levados para Kalamata, na península do Peloponeso, na Grécia. Por nacionalidade, 23 dos sobreviventes são da Somália, 11 da Etiópia, 6 do Egito e um do Sudão. Fonte: Associated Press.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *