Últimas

Palmeiras faz sua parte, goleia, mas não evita eliminação na Libertadores

O Palmeiras lutou muito, fez sua parte ao vencer o River Plate-URU por 4 a 0 no Allianz Parque, mas não evitou a eliminação na Libertadores. O resultado em casa não foi suficiente para o time alviverde conseguir a classificação às oitavas de final. Em Montevidéu, o Rosario Central, adversário direto na briga pela vaga, venceu o Nacional por 2 a 0. 

Com os resultados, o Palmeiras voltou a ser eliminado ainda na fase de grupos da Libertadores depois de 37 anos — ou nove edições da competição continental. O time somou oito pontos e ficou atrás de Nacional (nove) e Rosario (11). 

Atuando em casa, o Palmeiras impôs o seu ritmo de jogo e logo fez o primeiro gol, com Egídio. Allione ampliou aos 48, quando o Rosario já vencia por 1 a 0 o Nacional. Na etapa final, sem o mesmo ímpeto, a equipe não conseguiu manter o ritmo. O meia argentino, porém, conseguiu fazer o terceiro aos 25 minutos. Alecsandro ainda fez mais um de pênalti na reta final.

O time do técnico Cuca, agora, concentra-se apenas no Campeonato Paulista. Na próxima segunda-feira, o Palmeiras recebe o São Bernardo no Allianz Parque, em jogo válido pelas quartas de final do estadual. A vaga na semifinal será disputada em jogo único (um empate leva a decisão para os pênaltis).

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 4 x 0 RIVER PLATE-URU

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Data: 14 de abril de 2016, quinta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Público presente: 30.416

Renda: R$ 1.720.776,14

Árbitro: Óscar Maldonado (BOL) 

Assistentes: Wilson Arellano e José Antelo (ambos da BOL) 

Cartões amarelos: Alecsandro (Palmeiras); Schiaccapasse e Pintos (River)

Gols: Egídio, aos 18, e Allione, aos 48 minutos do primeiro tempo; Allione, aos 27, e Alecsandro, aos 35 minutos do segundo tempo.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel (Rafael Marques), Matheus Sales, Robinho (Cleiton Xavier) e Allione; Barrios (Erik) e Alecsandro. Técnico: Cuca

RIVER PLATE-URU: Pérez; González, Ronaldo, Flores e González; Pintos, Pablo González, Vicente (Robert Flores) e Montelongo (Taján); Schiaccapasse e Rosso (Rivas). Técnico: Juan Ramón Carrasco

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *