Últimas

Petrobras: comissão interna apontou não conformidades em contratos com Andrade

São Paulo – A Petrobras divulgou nesta sexta-feira, 22, esclarecimento sobre notícia publicada no blog do repórter Fausto Macedo, no portal do jornal O Estado de S. Paulo, que revelou um prejuízo de R$ 1,9 bilhão, identificado pela Polícia Federal, em quatro contratos da estatal com a Andrade Gutierrez.

Segundo a Petrobras, as obras de modernização das refinarias de Paulínea (Replan) e Gabriel Passos (Regap), e de implementação da Comperj, que são mencionadas no laudo da PF, foram objetos de Comissões Internas de Apuração (CIAs), instauradas pela própria empresa para apurar possíveis irregularidades na contratação de bens e serviços.

Os relatórios finais produzidos pelas CIAs, de acordo com a estatal, apontaram “não conformidades” nos contratos, e foram enviados às autoridades competentes para o aprofundamento das investigações. A Petrobras ressalta ainda que vem adotando medidas judiciais contra pessoas físicas e jurídicas que causaram danos financeiros e à imagem da companhia, e que estas ações estão alinhadas com as autoridades públicas para maior efetividade.

“É possível concluir que as licitações que deram origem aos contratos () foram frustradas mediante a atuação direta do cartel composto pela organização criminosa denominada ‘Clube dos 16’. Esses contratos, vencidos pela Construtora Andrade Gutierrez (isoladamente ou consorciada a outras empresas), ocasionaram, em valores atuais, um prejuízo direto de R$ 1.983.185.853,45 à estatal”, informa o laudo 158/2016, ao qual a reportagem teve acesso.

O prejuízo direto é “decorrente de propostas com preços artificialmente majorados” informa o documento, datado de 2 de fevereiro e foi anexado na última segunda-feira (18), ao inquérito que investiga a participação da Andrade Gutierrez no esquema de cartel e corrupção. Os executivos da empreiteira fecharam neste mês acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *